Arquivo

Posts Tagged ‘Toyota’

Confira os países e marcas que registraram vendas e colocações em 2012

O Brasil está posicionado em quinto lugar no ranking de vendas neste ano.

Marcas de carro, fiat, toyota, ford, carros 2012, carros vendidos em 2012

Segundo a Jato Dynamics, a China é o país líder em vendas de veículos. Os dados divulgados mostram que, além de líder, o país asiático teve um crescimento de 17,9% em vendas comparando com o mesmo período de 2011. Em segundo lugar os Estados Unidos apresentam um crescimento de 25,7% enquanto o Japão em terceiro lugar registrou 65,4% no mês.
No geral do ano, as vendas na China foram de apenas 321.509 carros a mais do que no ano de 2011. Já na América, o percentual foi de 13,4% de crescimento e no Japão o registro foi um crescimento de 55,8%. Porém, é bom citar que os números da China, referem-se apenas a carros de passeio, enquanto que nos demais países são dados de carros e comerciais leves.
Posicionado em quarto lugar, a Alemanha, mesmo com a queda de 5,4% nas vendas. Aqui no Brasil, os dados mostram queda de 5,4% e assim, o país fica posicionado na quinta colocação. Atrás do Brasil, estão a Rússia e Índia, que tiveram um aumento de 10,8% e 8,4%”respectivamente. Já a França posiciona a oitava posição com queda de 17,3% no mês comparando com o ano anterior. A Grã Bretanha, teve um crescimento de 7,7% e posiciona em nono lugar, enquanto o Canadá crava a décima posição com crescimento de 17,9%.
Não poderíamos deixar de citar a Itália e Espanha que são os destaques negativos, com quedas de 17,3% e 10,2% nas vendas do mês e 21,2% e 10,4% quando se trata de acumulo anual. A marca Toyota registrou um crescimento mensal em maio e garante sua liderança entre as marcas. Foi a que teve um crescimento entre as dez primeiras. Já a marca Volkswagen, posiciona em segundo lugar, com um aumento de 7,2%, em seguida a Ford com um crescimento de 6,2% e por fim das marcas que tiveram registro de vendas positivo a Chevrolet cresceu 9,8%. A marca Fiat apresentou um resultado negativo de 13,5 mensal.

Números do mercado americano. O que esperar do Salão de Detroit 2012?

O mundo está em crise, pelo menos é o que jornais, revistas e a web mostra, mas apesar disso o mercado americano parece estar suspirando e tentando dizer o contrário no caso das montadoras tradicionais da terra do tio Sam.

No total as vendas de carros nos Estados Unidos devem somar 13 milhões de unidades, em taxas anualizadas, depois de quatro meses de crescimento constante. A estimativa é da JD Power e LMC Automotive. Porém uma parte do mercado entende que  que boa parte das vendas de dezembro se deu por conta da iniciativa de compradores que haviam adiado as aquisições e, portanto, pode indicar solavancos nos próximos meses.

Ford Mustang Mach 1 exposto em 1967 no Salão de Detroit

A TrueCar prevê que em 2011 as vendas de carros nos EUA chegarão a 12,8 milhões de unidades (aumento de 10,3 % a partir dos 11,6 milhões de 2010) e antecipa que os maiores ganhos serão obtidos pela Hyundai Motor (40%) e Chrysler (34%). A empresa observa que as vendas totais no país já atingiram 17 milhões de unidades em anos recentes. Para 2012, a projeção é de 14 milhões.

Falando de Detroit e do Salão do Automóvel 2012

As três grandes montadoras localizadas em Detroit registraram desempenho expressivo em 2011, enquanto as japonesas enfrentaram dificuldades a partir do terremoto seguido de tsunami no país de origem. A Edmunds informou que a General Motors deve dominar 19 % do mercado norte-americano em dezembro, obtendo crescimento de 5% em relação a 2010. A Ford pode avançar 8% e ficar com 17% de participação, seguida da Toyota, com 14% (queda de 3%).

Com um humor melhor espera-se que a partir de 9 de janeiro quando as portas do North American International Auto Show (Naias) forem abertas ao grande público,  as 50 marcas que estarão por lá colocarão mais de 500 carros durante os 12 dias de evento.

São esperados cerca de 750 mil pessoas visitem o centro de exposições a partir do dia 14, quando o salão será aberto ao público geral, até o dia 22.

Segundo Bill perkins, presidente da NAIAS 2012, “O programa deste ano vai educar, entreter e surpreender”,
Na sexta-feira, 13, acontece o Charity Day, uma recepção de gala na exposição de veículos, regada a champagne, que arrecada fundos para instituições de caridade da região de Detroit. O evento arrecadou mais de 84 milhões dólares desde que foi criado em 1976.

As principais marcas do mundo estarão presentes: Acura, AMG, Audi, Bentley, BMW, Buick, Cadillac, Chevrolet, Chrysler, CODA Automotive, Dodge, Falcon Motor Sports, Fiat, Ford, GMC, Honda, Hyundai, Infiniti, Jeep, Kia, Lexus, Lincoln, Maserati, Maybach, Mazda, Mercedes-Benz, Mini, Nissan, Porsche, Ram, Scion, Shelby American, Smart, SRT, Subaru, Tesla, Toyota, Vehicle Production Group, Volkswagen e Volvo.

Veja abaixo o que esperar de algumas marcas presentes no Salão de Detroit 2012

A versão apimentada do compacto Sonic, que carregará a sigla RS, será uma das novidades. O modelo ganhou linhas mais esportivas e será puxado pelo motor Ecotec de 1,4 litro turbo, de 138 cavalos. O Sonic RS tem duas opções de câmbio, manual e automático, ambas de seis velocidades. O tom esportivo é garantido pela suspensão rebaixada, novo kit aerodinâmico, spoiler, saia traseira com saídas de escape cromadas e rodas de liga leve. Por dentro, o Sonic RS também remete à esportividade. O interior escuro, com couro preto, é realçado pelas costuras vermelhas e a sigla RS estampada nos bancos.


Um carro sofisticado, chique e porque não dizer, para quem pode! Trata-se do  New Continental 2013 nas versões GT e GTC V8. A novidade é a motorização 4.0 V8 bi-turbo é 40% mais eficiente em relação ao consumo de combustível e na redução de emissões de CO2. Ele é capaz de oferecer potência máxima de 500 cv a 6.000 rpm e torque brutais de 67,3 kgfm entre 1.700 rpm e 5.000 rpm. Tudo isso permite que o New Continental acelere de 0 a 100 km/h em 5 segundos, com velocidade máxima de 290 km/h. Em relação ao consumo, a autonomia do carro é de 800 quilômetros com um tanque. Mas para quem quer ainda mais força, a Bentley continua a oferecer o New Continental com o clássico motor 6.0 W12 de 631 cv de potência que já vendeu mais de 50 mil unidades deste seu lançamento em 2003.

O Dodge Dart, da Chrysler, volta a cena, após enorme sucesso de vendas nos anos 60 e 70. O modelo renascerá na forma de um sedã compacto e terá como base o Alfa Romeo Giulietta. O novo Dart se destaca pelo design agressivo (levemente inspirado no Dodge Charger), com faróis alongados que invadem a lateral do carro. Ele terá três opções de motorização: o Tigershark 2.0 de 16 válvulas, o Turbo MultiAir Intercooled Turbo 1.4 de 16 válvulas e o novo Tigershark MultiAir 2.4 16 válvulas de quatro cilindros.

Um dos carros conceitos que a Smart da mercedes deve mostrar no salão de de detroit 2012 é o For-Us. Ele se basea Baseado no Smart Fortwo, a pequena picape usará o mesmo motor que carrega o também conceito Car2go, apresentado ao mundo neste ano e que passará a ser produzido em 2012. Ele utiliza baterias de íon-lítio associadas ao motor elétrico que entrega 74 cv de potência e 13,2 kgfm de torque. A velocidade máxima atingida pelo compacto é de 120 km/h.

A Nissan mostrará o Pathfinder Concept, que antecipa as linhas da nova geração do SUV de sete lugares. A Honda revelará o Accord Concept que mostrará como verá nona geração do sedã japonês. Já a Toyota faz muito mistério sobre o conceito que apresentará nos Estados Unidos. A montadora recentemente soltou um teaser do Toyota NS4 Concept, entretanto não divulgou nenhuma informação do modelo.

Acompanhe o ContaGiros nas Redes Sociais:

Quais são as marcas de carros que mais apareceram no facebook em Junho de 2011?

O anúncio é internacional, mas reflete como a Ford tem lidado de forma direta com as mídias dosias, principalmente o Facebook

A empresa E.life divulgou um estudo muito interessante sobre o comportamento das marcas de automóveis quando o assunto é o volume de comentários sobre elas feitos  pelos usuários do Facebook no período de 25 de junho a 2 de julho de 2011. A pesquisa analisa a repercussão em torno de 20 marcas globais com presença no Brasil e registra um volume total de 14.479 posts sobre elas. O resultado aponta que Ford, GM e Volkswagen são, respectivamente, as três montadoras mais citadas por 13.173 internautas usuários do Facebook.

O levantamento é realizado por meio do E.life FacebookMeter, software que utiliza a API de busca do Facebook para capturar dados que citem as marcas monitoradas. A primeira colocada, a Ford, é mencionada em 11% dos posts, enquanto a GM aparece em 10,8% das mensagens e a Volkswagen é citada em 10,6% das publicações na rede. Ainda integram o ranking das 10 marcas mais comentadas a Mercedes Benz, que ocupa o quarto lugar; a Fiat, em quinto; a Honda, em sexto; a BMW, em sétimo; a Audi, em oitavo; a Renault, em nono; e a Toyota na décima colocação.

Entre os principais termos associados à Ford, grande parte está relacionada a citações de frases do fundador da montadora e à divulgação do Novo Ford Ka 2012. A maioria das mensagens sobre a GM / Chevrolet se refere às apresentações de artistas nas casas de shows pertencentes à marca e ao modelo de um de seus automóveis, o Camaro. Já os tweets com referência à Volkswagen estão associados, sobretudo, a mensagens bem humoradas dos usuários utilizando nomes de veículos, como por exemplo o “Gol”.

Camaro puxou a fila da GM e deu a marca o terceiro lugar nas rede social facebook em Junho.

O estudo aponta também as principais fan pages brasileiras de marcas automobilísticas no Facebook. A Ford não é apenas a marca mais falada, mas a montadora com mais fãs em sua página brasileira no Facebook. As outras fanpages mais curtidas são: Volkswagen, Fiat, Mercedes Benz, GM/Chevrolet, nesta ordem.

Na pesquisa, outros temas que figuram como buzz das marcas automobilísticas são a realização de eventos das montadoras ou patrocinados por essas empresas, a exemplo da Mitsubishi Cup, Camarote KIA/Skol e Copa Audi. Os anúncios televisivos, como o da Renault Sandero, também garantem volume considerável de posts no Facebook. Também aparece como bastante comentado o valor dos automóveis no País, considerado abusivo pelos internautas e mencionado em mensagens que criticam a sobrecarga de impostos no preço final dos veículos.

A E.life ressalta a importância de medir não apenas a mídia espontânea (earned media), representada pelo buzz dos consumidores em redes sociais, mas a mídia própria (owned media), que são os perfis oficiais no Twitter, Facebook e outras redes sociais.


Salão de Barcelona 2011 começa amanhã dia 14 trazendo novidades como o pavilhão exclusivo para os carros elétricos

Salão do Automóvel de Barcelona 2011

Serão 37 marcas que estarão expostas em Barcelona, capital da Catalunha, no que será o Salão Internacional do Automóvel de Barcelona 2011 que abre suas portas amanhã dia 14 e vai até o dia 22 de maio. Poucos quilômetros irão separam o passado das “quadrigas” e o que há de mais moderno no mundo dos transportes. Aos pés do Museu Nacional de Arte da Catalunya (MNAC), que abriga preciosidades românicas em sua vasta coleção. O evento também coincide com Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1, que arranca de 20 a 22 de maio, o que fará da capital da Catalunha um polo mundial do automobilismo por sete dias.

Mas o que seria apenas uma grande festa mostra um lado até um pouco sombrio que ronda os países da Europa no que diz respeito ao mundo dos automóveis. Uma baixa considerável nas vendas.

A fraqueza do mercado automobilístico europeu afetou até o número de expositores – são 18 a menos ante a última edição, de 2009, quando se comemorou o 90º aniversário do salão. O presidente do evento, Enrique Lacalle, quer evitar comparações com a edição comemorativa. À imprensa, ponderou que 2007, quando 43 marcas exibiram seus produtos, oferece melhor base de comparação. É bom lembrar que, além de coincidir com uma data especial, em 2009 a feira teve a seu favor incentivos fiscais para os expositores.

Seja como for, marcas tradicionais como Opel, Saab, Honda, Suzuki, Subaru, Mitsubishi (esta só estará presente no Pavilhão Elétrico) e Lexus ficaram de fora. Mas não foi só a crise que afetou o número de expositores nos 250 mil metros quadrados da feira. O terremoto que assolou o Japão em março afastou do jogo cinco marcas japonesas. Com menos participantes, um dos pavilhões ficou, pela primeira vez, vazio.

Outro efeito colateral da crise é o número de lançamentos. Novidade de projeção internacional há só uma: o Hyundai i40 Sedã. Além disso, haverá três lançamentos em âmbito europeu: o Audi Q3, que será fabricado na planta da Seat em Barcelona; o Volkswagen Beetle; e o Hyundai Elantra. E 25 modelos serão apresentados pela primeira vez para o mercado espanhol.

Em termos de atividades ao público, a feira deste ano também deixa a desejar. Destaque para o circuito off road montado pela checa Skoda. Em 3 mil metros quadrados de pista, os visitantes podem testar sua habilidade em terrenos acidentados. A Fiat, por sua vez, promoverá provas e atividades para a condução eficiente do ponto de vista ecológico.

Ainda que a feira mostre menos força que em edições anteriores, a organização do evento espera receber os cerca de 1 milhão de visitantes já registrados em outras edições. Resta saber quantos vão comprar. Em 2009, quando a feira teve êxito maior que o normal, foram fechados entre 60 mil e 70 mil pedidos de orçamento para a compra de veículos. Sem projetar negócios, os organizadores têm esperança de que a Fórmula 1 na Espanha atraia mais pessoas interessadas em motores e, por consequência, com propensão maior à compra.

A única certeza, no momento, é que o mercado automotivo europeu segue lutando contra a crise, que há dez meses consecutivos vem provocando queda na venda de veículos. Na Espanha, por exemplo, os emplacamentos de automóveis somaram 71.808 unidades em abril, o que corresponde a queda de 23,3% ante igual período de 2010, conforme dados divulgados pelas associações de fabricantes e distribuidores. No quadrimestre, o declínio é de 26,3% sobre janeiro-abril de 2010, para 279.960 unidades comercializadas.

Em 2010, as vendas tiveram acréscimo de 3,1% na comparação com o ano anterior, depois de dois anos de quedas pronunciadas – de 28,1% em 2008 e de 17,9% em 2009. A discreta melhora é explicada pelos subsídios públicos à compra de veículos, ajuda que terminou na segunda metade do ano, com o aumento do IVA (Imposto sobre Valor Agregado).

Nissan Esflow Elétrico

Pavilhão Elétrico exclusivo

Pelo menos a boa notícia do evento será o pavilhão dos elétricos que deverá expor automóveis, comerciais leves, veículos para turismo, peças de reposição, componentes e acessórios que irão compor o cenário da Fira de Barcelona,  A novidade é que o carro elétrico ganhou seu próprio pavilhão, onde modelos de marcas como Mercedes, Audi, Toyota, Renault e até a indiana Mahindra dividem espaço com exposições e atividades para o público.

Criar um pavilhão voltado exclusivamente aos elétricos tem um significado e tanto. Encontrar meios de impulsionar a mobilidade elétrica ou híbrida tem sido um dos principais desafios da indústria automobilística. Desde 2000, os principais fabricantes vêm criando projetos com o firme propósito de viabilizar comercialmente os veículos sustentáveis.

Não faltam modelos no Pavilhão Elétrico: a Audi, por exemplo, apresenta o Q5 Hybrid; a Toyota o Yaris Híbrido HSD e o Prius+; a Renault mostra o Fluence VE e o Kangoo VE; a Mercedes-Benz o Classe A-Cell; e a Citroën o C-Cactus. É grande a expectativa sobre como reagirão o público e as concessionárias a essas novidades.

Uma parte do pavilhão é dedicada à história dos carros elétricos. Ao percorrer esta área, o visitante seguramente se surpreenderá com o fato de que o carro movido a eletricidade precedeu o motor a gasolina, este último desenvolvido em 1885. Foi entre 1832 e 1839 que o escocês Robert Anderson criou o primeiro veículo impulsionado totalmente por energia elétrica. Também está exposto um protótipo do automóvel que pela primeira vez superou a marca dos 100 km/h. Desenvolvido pelo belga Camille Jenatzy, o elétrico “La Jamais Contente” (“Nunca Satisfeita”) bateu seu recorde de velocidade em 1899.

Quais serão os lançamentos efetivos no salão de barcelona 2011?

  • BMW Serie 1 M Coupé
  • BMW Serie 5
  • BMW Serie 6 Cabrio
  • BMW Motorrad K1600GT y Concept C
  • Ford Focus ST
  • Ford Focus C MAX Energi
  • Ford Vertrek Concept
  • Ford B-Max Concept
  • Jeep Grand Cherokee
  • Jeep Compass
  • Kia Picanto
  • Kia Optima
  • Kia Rio
  • Land Rover Range Rover Evoque
  • Lancia Ypsilon 5p
  • Lancia Thema
  • Lancia Grand Voyager
  • Mini Scooters
  • Nissan NV200 Evalia
  • Nissan Esflow
  • Nissan Leaf
  • Renault Twizy
  • Renault Fluence ZE
  • Renault Kangoo ZE
  • Reva L-ion
  • Seat IBE Concept
  • Seat IBX Concept
  • Toyota Yaris HSD Concept
  • Toyota Prius +
  • Toyota Auris HSD
  • Toyota FT 86 II Concept
  • Volkswagen Golf Cabrio

Veja mais imagens de alguns stands das marcas e o que você verá em breve no mercado

Este slideshow necessita de JavaScript.

Honda deve mudar o nome do New Small Concept para Brio que deve chegar ao mercado em 2013 no Brasil

Depois de apresentada a versão comercial do New Small Concept, a Honda poderá mudar o seu nome para Brio, de acordo com o Indian Autos Blog. O Small Concept é um compacto que irá competir com o Toyota Etios, que também será produzido no Brasil em breve.

O Brio terá um motor 1.0 e câmbio manual, além de manter as linhas atuais em sua versão de produção. Além desse compacto, a Honda também visa a produção de um sedã derivado desse modelo, para entrar no mercado juntamente com a Toyota.

Ele  lançado em fevereiro na Tailândia, em 2012 em Taiwan, na Malásia em janeiro de 2013 e começa a ser fabricado no Brasil em meados de 2013. Ele terá motor 1.4 flex e será assentado na mesma plataforma do Fit atual, já que até 2013 ele entra em uma nova geração.

Para terminar, vale lembrar que essa informação ainda é especulada e não é oficial. Pode ser que o nome do Small Concept mude, ou que seja esse mesmo.

O interessante é que o mercado também se agita com os futuros lançamentos, como Hyundai i15 a ser produzido pela marca será exportado para toda a América Latina. Por aqui sua versão de entrada, 1.0 flex, terá preços partindo dos R$ 30 mil. Em sua configuração mais completa teria motor 1.6 flex, rodas de liga-leve e retrovisores e maçanetas na cor da carroceria por cerca de R$ 40 mil. Para mais à frente está prevista uma versão aventureira, além de uma carroceria sedã.

A Renault trabalhando na reestilização do Sandero e do Clio, a Nissan está testando o March no Brasil (que será lançado em 2011) e a Peugeot desenvolvendo um novo compacto. Preparem-se…

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

 

Scion IQ será o nome do modelo da Toyota apresentado no Salão de Nova York 2010

abril 5, 2010 1 comentário

Scion IQ - será a marca adotada pela Toyota para comercialização de seu menor modelo

A Toyota acaba de mostrar ao mercado norte-americano o pequeno iQ, que no inicio do próximo ano será comercializado neste mercado sob a marca Scion.

A apresentação oficial ocorreu este final de semana no Salão do Automóvel de Nova York. Porém ela preparou mudanças em relação a versão original – mas continua parecida com o Smart… Ele aparece agora com uma dianteira redesenhada, com especial destaque para as entradas de ar superior e inferior de novo desenho.

Os faróis dianteiros escurecidos e as luzes traseiras redesenhadas são mais alguns dos detalhes que o distinguem face à versão europeia.

Seu interior porém se manteve idêntico,  assim como a capacidade para transporte de quatro pessoas, numa disposição 3+1.

No mercado norte-americano, o modelo estará disponível exclusivamente com o motor quatro cilindros 1.3 a gasolina, com 90cv de potência associado a uma caixa automática CVT (Continuously Variable Transmission).

O Toyota IQ é um carro ideal para os padrões europeus, e recém lançado após ter sido mostrado oficialmente no Salão de Frankfurt ano passado. Vamos ver como ele se sairá no mercado americano, ainda mais com as recentes notícias intermináveis de recalls.

Veja Galeria de Fotos do Scion IQ:

Fonte: Auto Portal

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

Toyota inicia o maior recall da história com quase 4 milhões de veículos

novembro 26, 2009 Deixe um comentário

Maior recall da história envolve um volume nunca visto, 3,8 milhões de carros
A montadora japonesa Toyota iniciou nesta quarta-feira (25), nos Estados Unidos, o maior recall da história. A convocação envolve 3,8 milhões de veículos vendidos no país, devido a um problema no tapete do carro, que pode prender o acelerador.

De acordo com a montadora, os pedais serão substituídos por peças redesenhadas para impedir que ele fique preso no tapete. A montadora vai instalar também nos modelos Avalon, Camry e nos Lexus ES 350, IS 350 e IS 250 um sistema que desliga o motor caso o motorista pressione os pedais de freio e acelerador simultaneamente.

O recall abrange os modelos Toyota Camry (2007 a 2010), Prius (2004 a 2009), Takoma (2005 a 2010), Tundra (2007 a 2010), Lexus ES 350 (2007 a 2010) e IS 250 e 350 (2006 a 2010).

Toyota Tundra

A montadora japonesa anunciou também nesta quarta-feira que vai retirar temporariamente do mercado norte-americano 110 mil picapes por problemas de corrosão do chassi. Defeito foi observado nos modelos fabricados entre 2000 e 2003 do Toyota Tundra.

A empresa alertou aos proprietários desses veículos que o sal colocado nas estradas em regiões muito frias do país pode corroer partes do chassi, provocando o desprendimento do estepe e possíveis danos nos freios.

“O pneu estepe situado debaixo da caminhonete pode se separar. O desprendimento do estepe seria um risco para os carros que viajam atrás e aumentaria as possibilidades de um choque”, alerta o comunicado do recall.

A Toyota também advertiu que a corrosão pode afetar uma válvula sobre a parte traseira dos freios.

Fonte: Extraído na íntegra do G1

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

%d blogueiros gostam disto: