Conheça um pouco da história da Romi Isetta

Quem quer fugir da Alemanha? Compre uma Romi Isetta.

Quem quer fugir da Alemanha? Compre uma Romi Isetta.

O BMW para pobre, como era chamado, foi o primeiro carro a permitir aos alemães a liberdade de viajar pelo próprio país.

No ano de 1955, vários foram os acontecimentos importantes como a volta para casa dos 9.626 prisioneiros de guerra alemães que estavam na extinta União Soviética, e até a morte de James Dean.

Movidos por estes acontecimentos, os alemães passaram a sentir a necessidade de ter seu próprio veículo e a vislumbrar a sensação de liberdade de viajar por seu próprio país, eram a tônica da época. Foi pensando nisso que os 12. 911 primeiros donos do novo BMW, o primeiro para os pobres, estavam tão felizes.

O Isetta era uma espécie de ” motocupê ” em forma de ovo, nada muito especial, e oferecia lugar somente para duas pessoas e meia, motor traseiro de 12 cv de potência e uma única porta localizada na frente, o que faz com que nenhum BMW antes ou depois seria tão inconfundível. Com esta proposta, a montadora tinha a solução ideal para o problema de mobilidade de todos os que precisavam de um veículo ágil, de baixo custo e quase sem nenhum problema para estacionar.

O ” motocupê “, além de suas qualidades técnicas, se destacava por seu baixo preço: 2 550 marcos alemães.

Naquele ano, um trabalhador médio alemão tinha como renda semanal 90 DM. O seguro contra terceiros obrigatório era de 95 DM e os impostos do carro eram de 44 marcos por ano.

“Menos do que o município cobra para você ter um cachorro”, assegurava a publicidade da BMW naquela época. O fato é que o BMW Isetta fez parte do cotidiano do povo alemão até os anos 60 e era o automóvel mais querido e utilizado para as pequenas viagens, sua velocidade final era de 85 km/h.

Veja abaixo galeria de fotos com várias fases deste impresssionante carrinho.

Mais fotos você vê no site:

http://www.hotclassic.net/galeria_de_fotos/main.php?g2_itemId=21037

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter
Anúncios
  1. Maria da Graça Caliri
    junho 15, 2012 às 10:06 pm

    Eu aprendi a dirigir em uma ROMISETTA. Ela deu muito problema.Bateria descarregava facilmente e vivia perdendo uma peça que era presa somente com 3 parafusos. Quando chegava em casa arrastando o fio pelas ruas tinha que voltar de bicicleta fazendo o mesmo percurso para encontra-la. Uma vez minha filha em pleno transito abriu a porta e o volante foi junto. Só dei um puxãoe bati a porta. Mas era legal porque era diferente dos outros carros.

  2. julieta
    abril 19, 2010 às 2:13 am

    hola soy julieta de maipu mendoza argentina …. y ten go 16 anos .. me gustaria poder comprar un romi isetta… comunicarse con mi e-mail.. juli0000@hotmail.com .. saludos espero respuestaaaa …( .. pliis ))

  1. setembro 5, 2011 às 2:40 pm
  2. junho 19, 2010 às 2:20 am
  3. agosto 9, 2009 às 7:15 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: