Arquivo

Posts Tagged ‘Ford’

Confira os países e marcas que registraram vendas e colocações em 2012

O Brasil está posicionado em quinto lugar no ranking de vendas neste ano.

Marcas de carro, fiat, toyota, ford, carros 2012, carros vendidos em 2012

Segundo a Jato Dynamics, a China é o país líder em vendas de veículos. Os dados divulgados mostram que, além de líder, o país asiático teve um crescimento de 17,9% em vendas comparando com o mesmo período de 2011. Em segundo lugar os Estados Unidos apresentam um crescimento de 25,7% enquanto o Japão em terceiro lugar registrou 65,4% no mês.
No geral do ano, as vendas na China foram de apenas 321.509 carros a mais do que no ano de 2011. Já na América, o percentual foi de 13,4% de crescimento e no Japão o registro foi um crescimento de 55,8%. Porém, é bom citar que os números da China, referem-se apenas a carros de passeio, enquanto que nos demais países são dados de carros e comerciais leves.
Posicionado em quarto lugar, a Alemanha, mesmo com a queda de 5,4% nas vendas. Aqui no Brasil, os dados mostram queda de 5,4% e assim, o país fica posicionado na quinta colocação. Atrás do Brasil, estão a Rússia e Índia, que tiveram um aumento de 10,8% e 8,4%”respectivamente. Já a França posiciona a oitava posição com queda de 17,3% no mês comparando com o ano anterior. A Grã Bretanha, teve um crescimento de 7,7% e posiciona em nono lugar, enquanto o Canadá crava a décima posição com crescimento de 17,9%.
Não poderíamos deixar de citar a Itália e Espanha que são os destaques negativos, com quedas de 17,3% e 10,2% nas vendas do mês e 21,2% e 10,4% quando se trata de acumulo anual. A marca Toyota registrou um crescimento mensal em maio e garante sua liderança entre as marcas. Foi a que teve um crescimento entre as dez primeiras. Já a marca Volkswagen, posiciona em segundo lugar, com um aumento de 7,2%, em seguida a Ford com um crescimento de 6,2% e por fim das marcas que tiveram registro de vendas positivo a Chevrolet cresceu 9,8%. A marca Fiat apresentou um resultado negativo de 13,5 mensal.

Anúncios

Veja os principais destaques, fotos e lançamentos do Salão de Nova York 2012

 

stand montadora lincoln e o modelo MKZ no salao de nova york 2012

Com mais de 100 anos de história foi aberto hoje apenas para a imprensa um dos mais importantes salões mundias de automóveis, o  Salão de Nova York 2012, localizado no centro de convenções Jacob Javits Convention Center.

O evento já famoso no mundo inteior traz centenas de modelos de aproxidamente 40 das maiores montadores de autos do mundo. Empresas como Jaguar, Ferrari, GM, Ford,  Lamborghini, Aston Martin, Acura, BMW devem mostrar ao mundo mais uma vez o que teremos de novidades no mercado.

Veja fotos completas do evento e informações quentes do Salão de Nova York 2012 no Blog Contagiros

Números do mercado americano. O que esperar do Salão de Detroit 2012?

O mundo está em crise, pelo menos é o que jornais, revistas e a web mostra, mas apesar disso o mercado americano parece estar suspirando e tentando dizer o contrário no caso das montadoras tradicionais da terra do tio Sam.

No total as vendas de carros nos Estados Unidos devem somar 13 milhões de unidades, em taxas anualizadas, depois de quatro meses de crescimento constante. A estimativa é da JD Power e LMC Automotive. Porém uma parte do mercado entende que  que boa parte das vendas de dezembro se deu por conta da iniciativa de compradores que haviam adiado as aquisições e, portanto, pode indicar solavancos nos próximos meses.

Ford Mustang Mach 1 exposto em 1967 no Salão de Detroit

A TrueCar prevê que em 2011 as vendas de carros nos EUA chegarão a 12,8 milhões de unidades (aumento de 10,3 % a partir dos 11,6 milhões de 2010) e antecipa que os maiores ganhos serão obtidos pela Hyundai Motor (40%) e Chrysler (34%). A empresa observa que as vendas totais no país já atingiram 17 milhões de unidades em anos recentes. Para 2012, a projeção é de 14 milhões.

Falando de Detroit e do Salão do Automóvel 2012

As três grandes montadoras localizadas em Detroit registraram desempenho expressivo em 2011, enquanto as japonesas enfrentaram dificuldades a partir do terremoto seguido de tsunami no país de origem. A Edmunds informou que a General Motors deve dominar 19 % do mercado norte-americano em dezembro, obtendo crescimento de 5% em relação a 2010. A Ford pode avançar 8% e ficar com 17% de participação, seguida da Toyota, com 14% (queda de 3%).

Com um humor melhor espera-se que a partir de 9 de janeiro quando as portas do North American International Auto Show (Naias) forem abertas ao grande público,  as 50 marcas que estarão por lá colocarão mais de 500 carros durante os 12 dias de evento.

São esperados cerca de 750 mil pessoas visitem o centro de exposições a partir do dia 14, quando o salão será aberto ao público geral, até o dia 22.

Segundo Bill perkins, presidente da NAIAS 2012, “O programa deste ano vai educar, entreter e surpreender”,
Na sexta-feira, 13, acontece o Charity Day, uma recepção de gala na exposição de veículos, regada a champagne, que arrecada fundos para instituições de caridade da região de Detroit. O evento arrecadou mais de 84 milhões dólares desde que foi criado em 1976.

As principais marcas do mundo estarão presentes: Acura, AMG, Audi, Bentley, BMW, Buick, Cadillac, Chevrolet, Chrysler, CODA Automotive, Dodge, Falcon Motor Sports, Fiat, Ford, GMC, Honda, Hyundai, Infiniti, Jeep, Kia, Lexus, Lincoln, Maserati, Maybach, Mazda, Mercedes-Benz, Mini, Nissan, Porsche, Ram, Scion, Shelby American, Smart, SRT, Subaru, Tesla, Toyota, Vehicle Production Group, Volkswagen e Volvo.

Veja abaixo o que esperar de algumas marcas presentes no Salão de Detroit 2012

A versão apimentada do compacto Sonic, que carregará a sigla RS, será uma das novidades. O modelo ganhou linhas mais esportivas e será puxado pelo motor Ecotec de 1,4 litro turbo, de 138 cavalos. O Sonic RS tem duas opções de câmbio, manual e automático, ambas de seis velocidades. O tom esportivo é garantido pela suspensão rebaixada, novo kit aerodinâmico, spoiler, saia traseira com saídas de escape cromadas e rodas de liga leve. Por dentro, o Sonic RS também remete à esportividade. O interior escuro, com couro preto, é realçado pelas costuras vermelhas e a sigla RS estampada nos bancos.


Um carro sofisticado, chique e porque não dizer, para quem pode! Trata-se do  New Continental 2013 nas versões GT e GTC V8. A novidade é a motorização 4.0 V8 bi-turbo é 40% mais eficiente em relação ao consumo de combustível e na redução de emissões de CO2. Ele é capaz de oferecer potência máxima de 500 cv a 6.000 rpm e torque brutais de 67,3 kgfm entre 1.700 rpm e 5.000 rpm. Tudo isso permite que o New Continental acelere de 0 a 100 km/h em 5 segundos, com velocidade máxima de 290 km/h. Em relação ao consumo, a autonomia do carro é de 800 quilômetros com um tanque. Mas para quem quer ainda mais força, a Bentley continua a oferecer o New Continental com o clássico motor 6.0 W12 de 631 cv de potência que já vendeu mais de 50 mil unidades deste seu lançamento em 2003.

O Dodge Dart, da Chrysler, volta a cena, após enorme sucesso de vendas nos anos 60 e 70. O modelo renascerá na forma de um sedã compacto e terá como base o Alfa Romeo Giulietta. O novo Dart se destaca pelo design agressivo (levemente inspirado no Dodge Charger), com faróis alongados que invadem a lateral do carro. Ele terá três opções de motorização: o Tigershark 2.0 de 16 válvulas, o Turbo MultiAir Intercooled Turbo 1.4 de 16 válvulas e o novo Tigershark MultiAir 2.4 16 válvulas de quatro cilindros.

Um dos carros conceitos que a Smart da mercedes deve mostrar no salão de de detroit 2012 é o For-Us. Ele se basea Baseado no Smart Fortwo, a pequena picape usará o mesmo motor que carrega o também conceito Car2go, apresentado ao mundo neste ano e que passará a ser produzido em 2012. Ele utiliza baterias de íon-lítio associadas ao motor elétrico que entrega 74 cv de potência e 13,2 kgfm de torque. A velocidade máxima atingida pelo compacto é de 120 km/h.

A Nissan mostrará o Pathfinder Concept, que antecipa as linhas da nova geração do SUV de sete lugares. A Honda revelará o Accord Concept que mostrará como verá nona geração do sedã japonês. Já a Toyota faz muito mistério sobre o conceito que apresentará nos Estados Unidos. A montadora recentemente soltou um teaser do Toyota NS4 Concept, entretanto não divulgou nenhuma informação do modelo.

Acompanhe o ContaGiros nas Redes Sociais:

Fenabrave divulga quais foram os 10 carros e motos e mais vendidos no mês de Agosto de 2011

setembro 2, 2011 Deixe um comentário

Fim de Agosto, início de Setembro e já temos os dados consolidados do volume de vendas do mercado automotivo. E o mês foi interessante, com 327.375 veículos novos emplacados no País. Como já era de se esperar Volkswagen e Fiat continuam firmes nos primeiros lugares. Para se ter uma idéia da distância dos que vêm logo em seguida, se somarmos quanto o Uno ( 2 colocado ) vendeu só no mês de Agosto dá mais do que o terceiro e quarto lugar juntos, representados pelo Celta – 12.554 unidades vendidas e pelo quarto colocado, VW Fox –  11.382 unidades vendidas.

Das 4 marcas mais tradicionais, VW, FIAT, CHEVROLET e FORD, todas elas tem entre os 10 carros mais vendidos no mês pelo menos 1 exemplar. A única “intrusa”da lista é a Renault que vendeu nada menos que 8.693 unidades do modelo Sandero.

No geral o mercado teve desempenhos fortes nas categorias de caminhões e motocicletas na comparação anual, mas mostrando leve recuo em automóveis e aumento de estoques.

Inclusive até um fato corriqueiro, mas curioso: Concessionários fizeram a prática do chamado “rapel” no último dia útil do mês, quando licenciaram carros ainda não vendidos para cumprir metas e garantir bônus com as montadoras. Comprova a manobra o fato de que apenas na quarta-feira, 31, o Renavam registrou 21,4 mil emplacamentos, volume muito superior à média diária de 13,9 mil que vinha sendo mantida no mês até o dia 30.

Embora num ritmo menor do que o visto no início do ano, o movimento ocorreu em meio ao crescimento da economia que tem levado mais consumidores à compra de seu primeiro veículo. Nos primeiros meses de 2011, o mercado chegou a ver altas de dois dígitos nas vendas.

Honda vendeu bem obrigado e ocupa as 4 primeiras colocações no mês de Agosto de 2011

No mercado de motos, as vendas subiram 13,2 por cento sobre julho e 14,4 por cento sobre um ano antes, para 181,4 mil unidades. Enquanto isso, as vendas de 16.442 caminhões foram 5,85 e 24,3 por cento maiores nas mesmas comparações. Já as vendas de carros cresceram 6,3 por cento sobre julho e recuaram 0,44 por cento frente agosto de 2010, para 236,9 mil unidades.No consolidado por marcas, apesar da Honda ter diminuído sua participação geral, as 4 primeiras posições são ocupados respectivamente por:

Honda CG 150 – 44.788 unidades

Honda CG 125 – 37.951 unidades

Honda Biz – 19.960 unidades

Honda NX 150 – 17.989 unidades

Carros mais vendidos em Agosto de 2011

Quais são as marcas de carros que mais apareceram no facebook em Junho de 2011?

O anúncio é internacional, mas reflete como a Ford tem lidado de forma direta com as mídias dosias, principalmente o Facebook

A empresa E.life divulgou um estudo muito interessante sobre o comportamento das marcas de automóveis quando o assunto é o volume de comentários sobre elas feitos  pelos usuários do Facebook no período de 25 de junho a 2 de julho de 2011. A pesquisa analisa a repercussão em torno de 20 marcas globais com presença no Brasil e registra um volume total de 14.479 posts sobre elas. O resultado aponta que Ford, GM e Volkswagen são, respectivamente, as três montadoras mais citadas por 13.173 internautas usuários do Facebook.

O levantamento é realizado por meio do E.life FacebookMeter, software que utiliza a API de busca do Facebook para capturar dados que citem as marcas monitoradas. A primeira colocada, a Ford, é mencionada em 11% dos posts, enquanto a GM aparece em 10,8% das mensagens e a Volkswagen é citada em 10,6% das publicações na rede. Ainda integram o ranking das 10 marcas mais comentadas a Mercedes Benz, que ocupa o quarto lugar; a Fiat, em quinto; a Honda, em sexto; a BMW, em sétimo; a Audi, em oitavo; a Renault, em nono; e a Toyota na décima colocação.

Entre os principais termos associados à Ford, grande parte está relacionada a citações de frases do fundador da montadora e à divulgação do Novo Ford Ka 2012. A maioria das mensagens sobre a GM / Chevrolet se refere às apresentações de artistas nas casas de shows pertencentes à marca e ao modelo de um de seus automóveis, o Camaro. Já os tweets com referência à Volkswagen estão associados, sobretudo, a mensagens bem humoradas dos usuários utilizando nomes de veículos, como por exemplo o “Gol”.

Camaro puxou a fila da GM e deu a marca o terceiro lugar nas rede social facebook em Junho.

O estudo aponta também as principais fan pages brasileiras de marcas automobilísticas no Facebook. A Ford não é apenas a marca mais falada, mas a montadora com mais fãs em sua página brasileira no Facebook. As outras fanpages mais curtidas são: Volkswagen, Fiat, Mercedes Benz, GM/Chevrolet, nesta ordem.

Na pesquisa, outros temas que figuram como buzz das marcas automobilísticas são a realização de eventos das montadoras ou patrocinados por essas empresas, a exemplo da Mitsubishi Cup, Camarote KIA/Skol e Copa Audi. Os anúncios televisivos, como o da Renault Sandero, também garantem volume considerável de posts no Facebook. Também aparece como bastante comentado o valor dos automóveis no País, considerado abusivo pelos internautas e mencionado em mensagens que criticam a sobrecarga de impostos no preço final dos veículos.

A E.life ressalta a importância de medir não apenas a mídia espontânea (earned media), representada pelo buzz dos consumidores em redes sociais, mas a mídia própria (owned media), que são os perfis oficiais no Twitter, Facebook e outras redes sociais.


Ford, montadora mais antiga a operar no país completa 92 anos de história

A Ford comemorou ontem dia 24 de abril  92 anos de atividades no Brasil. A montadora foi a primeira a se instalar no País, em 1919. A chegada ao mercado local foi garantida com um investimento de US$ 25 mil, ampliado para US$ 30 mil pouco tempo depois, para a montagem de veículos em regime CKS em São Paulo.

A saga de Henry Ford, hoje uma realidade presente em 108 unidades produtivas em 24 países, também é um êxito no Brasil onde a Ford conta com cerca de 11.200 empregados, uma participação de 10% do mercado interno, com um ritmo crescente de vendas e 28 trimestres consecutivos de lucros.

Foram 92 anos de árduo trabalho de milhares de pessoas que se tornaram “fordistas” de coração, de bilhões de dólares em investimentos e de confiança no País. Esse esforço se traduz, no momento, pelo projeto do Novo Ecosport, dentro do novo padrão de plataformas globais da empresa, em desenvolvimento pela engenharia da Ford, pela primeira vez na história da marca no Brasil, na unidade de Camaçari, na Bahia.

Em 1921, as instalações iniciais, na rua Florêncio de Abreu, em São Paulo, onde a empresa montava os veículos no sistema CKD, se tornaram pequenas para atender a demanda do mercado e a Ford decidiu mudar-se para um local mais amplo, um antigo ringue de patinação na praça da República, onde mais tarde seria o famoso Cine República (hoje o local é um amplo estacionamento, vizinho à estação República do Metrô) e, ao mesmo tempo construiu um edifício próprio na rua Solon, 809, no bairro do Bom Retiro, também em São Paulo.

A nova fábrica, inaugurada em 1922, obedecia à organização e estilo idealizados por Henry Ford, isto é, implantou no Brasil a linha para a montagem em série de veículos que tinha capacidade para a produção anual de 4.700 automóveis e 360 tratores. Em 1923, operava com 124 empregados e funcionou até 1953.

Com investimentos de 4,5 bilhões de Reais, previstos para até 2015, a companhia tem como meta fazer uma grande renovação de produtos, já em 2012. No atual portfólio consta uma ampla linha de carros: Ka, Fiesta, New Fiesta, Focus, Fusion, Fusion Híbrido, EcoSport, Edge e Troler, além dos comerciais Ranger, Courier, F-250 e Transit, todos disponíveis nos 340 concessionárias da marca em todo o País. A marca também tem motorização moderna com a linha Sigma, resultado de investimento de 600 milhões de Reais na unidade de Taubaté.

Atualmente, o Brasil é o 3º maior mercado mundial da Ford, atrás dos Estados Unidos e Reino Unido. Além disso, o Complexo Nordeste, em Camaçari, possui um dos cinco Centros de Desenvolvimento da Ford em todo o mundo, equipado com estúdio de design completo e tecnologia de ponta para simulações por computador e equipamentos de última geração, interligados em tempo real aos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Fonte: A Tração Total e Ford

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

Conheça a origem de algumas das marcas de carros mais famosas do mundo

novembro 22, 2010 Deixe um comentário

Alguém adivinha a marca dos carros a frente? Se a marca hoje não é tudo, ela representa o DNA de um carro e traz em si todo um conceito e uma história.

Os emblemas dos fabricantes de automóveis são mais do que simples símbolos de identificação das marcas. Qual seria é o significado das marcas?

A maioria deles traz embutidos diversos aspectos da história da marca, capazes de aguçar a curiosidade dos aficionados por carros.

Os logotipos acompanham o surgimento das primeiras fábricas de automóveis, no início do século passado. Como escuderias, agremiações esportivas e outras associações, os primeiros fabricantes de automóveis não dispensavam um símbolo de identificação do modelo, seguindo uma tradição surgida na Idade Média, como os brasões nobiliárquicos.

Veja o significado dos que mais ficaram marcados na história do automóvel:


Audi: As quatro argolas unidas representam as marcas alemãs que formaram a Auto Union, fundada em 1947. São elas: Horch, Audi, Wanderer e DKW. No dia 1º de janeiro de 1985, a Auto Union passou a se chamar Audi AG, com sede empresarial em Nekarsulm, na Alemanha.

Alfa Romeo: O símbolo é composto pela bandeira com a cruz vermelha (brasão da cidade de milão) e pela serpente devorando um homem (símbolo da família real milanesa). O nome do fabricante italiano, fundado em 1910, é a combinação da sigla A.L.F.A (Anonima Lombarda Fabbrica Automobili) com o sobrenome do engenheiro Nicola Romeo, fundador da marca.

BMW: Representa uma hélice de avião, nas cores azul e preta. Foi criada depois que os irmãos Karl Rath e Gustav Otto conseguiram permissão do governo alemão para produzir motores de avião, em 1917. O primeiro carro a ter o símbolo da marca alemã foi o modelo Dixi 3/15, de 1928. BMW é a abreviatura de “Fábrica de Motores da Bavária” (Bayerische Motoren Werk).

Chevrolet: Diz a lenda que o logotipo em forma de gravata borboleta foi baseado na ilustração do papel de parede de um hotel em Paris onde um dos fundadores da marca, William Durant, teria se hospedado, em 1908. Durant guardou a amostra na carteira para usá-la como símbolo da marca de automóvel que fundou em parceria com o piloto Louis Chevrolet.

Chrysler: A antiga estrela de cinco pontas, formada a partir de um pentágono com cinco triângulos, representa a precisão da engenharia. O logo atual é um escudo com asas, que já havia sido foi adotado entre as décadas de 30 e 50.

Citroën: Os dois “V” invertidos, conhecidos na França como ” Deux Chevron”, simbolizam a engrenagem bi-helicoidal criada pelo engenheiro Andre Citroën, fundador da marca francesa.

Dodge: O búfalo simboliza a cidade de Dodge, localizada no estado de Kansas (EUA), no oeste norte-americano.

Ferrari: O cavalo preto empinado sobre o fundo amarelo era usado no avião de Francesco Barraca, piloto de caça italiano morto na Primeira Guerra Mundial. A pedido da mãe de Barraca, o comendador Enzo Ferrari passou a adotar o emblema em seus carros a partir de 1923.

Fiat: A sigla em letras brancas sobre fundo azul significa Fábrica Italiana de Automóveis de Turim.

Ford: O símbolo oval com a assinatura de Henry Ford permanece quase inalterado desde a fundação da empresa, em 1903. Hoje ele inspira o desenho das grades dos carros da marca.

Jeep: Marca norte-americana cuja origem vem da pronúncia, em inglês, da sigla G.P (General Purpose), utilizada para identificar os modelos destinados a vários tipo de uso.

Lamborghini: O touro que aparece no símbolo dos esportivos italianos é uma homenagem do fundador da marca, Ferruccio Lamborghini, às lutas de touro, pelas quais era fanático. Tanto que os carros da marca (Diablo e Murciélago) têm nomes de touros famosos.

Maserati: O logotipo da marca italiana representa o tridente de Netuno, símbolo da cidade de Bolonha. A fábrica foi fundada em 1919 pelos irmãos Carlo, Bindo, Alfieri, Ettore e Ernesto Maserati.

Mercedes-Benz: A estrela de três pontas representa a fabricação de motores para uso na terra, água e mar. Surgiu depois que Gottlieb Daimler enviou cartão postal para sua mulher, dizendo que a estrela impressa no cartão iria brilhar sobre sua obra.

Mitsubishi: Um diamante de três pontas que remete à resistência e preciosidade. O símbolo veio do nome da marca: “Mitsu” significa três em japonês; “Bishi”, diamante.

Nissan: A moldura azul (cor do céu e do sucesso na cultura japonesa) e um círculo vermelho ao fundo (que representam a luz do sol e a sinceridade) remetem ao provérbio “sinceridade leva ao sucesso”. Nissan significa “indústria japonesa”.

Peugeot: O leão estilizado, que representa a “qualidade superior da marca” e homenageia a cidade de Lion (França), é usado desde 1919. Desde então, o logotipo sofreu sete modificações.

Porsche: São dois brasões sobrepostos – o da região de Baden-Württemberg e o da cidade de Stutgartt (o cavalo empinado), sede da marca alemã. A marca adotou o símbolo a partir de 1949.

Quadrifoglio: O trevo de quatro folhas dos esportivos da Alfa Romeo é o amuleto usado pelo piloto Ugo Sivocci, considerado herói da marca depois de ter morrido em um acidente, em 1923, no circuito de Monza (Itália). A partir daquele ano, todos os carros de corrida passaram a ter esse logotipo na carroceria.

Renault: O losango parecido com um diamante foi adotado em 1925, para sugerir sofisticação e prestígio. Desde então, teve quatro mudanças de visual. O primeiro símbolo, de 1898, eram dois “R”, em homenagem aos irmãos Loiuis e Marcel Renault, fundadores da marca francesa.

Rolls Royce: Os dois “R” do logotipo eram estampados em vermelho. Com a morte de seus dois fundadores, Charles Rolls (1910) e Frederick Royce (1933), as letras passaram a ser grafadas em preto, em sinal de luto.

Saab: Uma das marcas sob controle da GM, a sueca Saab começou a fabricar aviões em 1938. O nome vem de Svenska Aeroplan Akteebolaget. A produção de automóveis começou em 1959. O logotipo circular tem um animal mitológico com cabeça de águia e garras de leão, símbolo da vigilância. O azul de fundo é a cor da marinha.

Subaru: Na língua japonesa, Subaru significa “plêiade” (conjunto de estrelas). Isso explica a constelação adotada como logotipo da marca.

Volvo: O polêmico logotipo da marca sueca (que hoje é controlada pela Ford) é o símbolo da masculinidade. Por esse motivo já foi muito contestado por movimentos feministas na Europa.Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em: 

%d blogueiros gostam disto: