Arquivo

Posts Tagged ‘carros urbanos’

Conceito híbrido da Citroen, o DS9 será uma das estrelas da marca no Salão de Pequim 2012

 

2012 Citroen DS9 que será exposto no salão de pequim detalhes da lateral

Quando alguém se deparar com um Novo Citroen Número 9 nas ruas certamente vai refletir sobre se realmente tem um bom carro na garagem. Talvez poucas vezes um carro conceito tenha chamado minha atenção no sentido de leveza e sutileza na apresentação.

Quem for a China na próxima semana na abertura do Salão de Pequim 2012 certamente irá concordar conosco.

Pelo menos é o que imaginamos ao acessar as fotos oficiais divulgadas na imprensa ontem a tarde. Realmente a Citroen prepara um divisor de águas em se tratando de design e futuro. Ele será o filho mais importante da atual linha composta pelos modelos  DS , composta pelos DS3, DS4 e DS5. Lembramos porém que no Brasil somente o modelo DS3 é que dará as caras por enquanto.

Veja mais sobre o Citroen DS9 que estará exposto no próximo Salão de Pequim 2012 no Blog Contagiros

Anúncios

Novo Smart Fortwo 2012 começa a ser vendido em abril deste ano no mercado europeu

fevereiro 3, 2012 Deixe um comentário

Ele está de volta. Bem, não é precisamente de volta, pois nunca saiu do mercado. O Smart Fortwo da Mercedes aparece de silhueta nova, uma breve remodelado no estilo, mas mantendo a forma de pequeno compacto urbano.

Mudanças por fora e por dentro marcam a edição 2012. No interior couro e tecidos, no exterior mudanças de olhar e pequenos ajustes que o mantém como referência. A Mercedes não quis ir fundo em mudanças e propôs apenas uma atualização de conceito, eu diria.

O Smart Fortwo já pode ser encomendado no mercado europeu, e no início de Abril deste ano, já começam a ser entregues.

Um das mudanças mais significativas ( nem tanto) é a posição do logotipo da Smart , que agora dá destaque a frente do carro, na grade frontal.  As entradas de ar sob o capô dão agora um ar de unidade na lataria, deixando o pequno notável diria, mais arrojado e preparado para enfrentar os possantes do mercado.

Não existe previsão da chegada dele em lojas no Brasil, talvez no início de 2013, mas como sempre o preço será um destaque desfavorável…

Gostou do modelo, comente no Blog!

Acompanhe o ContaGiros nas Redes Sociais:


 

 

Novo Honda Brio estréia na Índia por R$15 mil

setembro 28, 2011 Deixe um comentário

A Honda indiana apresentou esta semana como modelo definitivo o campacto Brio, carro de arquitetura semelhante à dos modelos Fit e City, já conhecidos dos brasileiros, porém agora numa versão, digamos menor.  No mercado indiano seu custo equivale a cerca de R$ 15 mil, lembrando que lá, diferente daqui, os impostos não são abusivos.

Na Índia, o modelo pequeno da fabricante japonesa é equipado com um motor 1.2 a gasolina com 89 cv.

O carro vai concorrer com compactos Hyundai, Ford, Chevrolet, Toyota e Nissan. Antes certo para ser produzido pela unidade de Sumaré, interior de São Paulo, o Brio está a passos de tartaruga na questão de fechar a cadeia de produção com fornecedores locais. Com isso provavelmente a tentativa de produzi-lo aqui, antes divulgada por todos, inclusive mós do Blog, praticamente está descartada, pelo menos num curte prazo.

O terremoto seguido de tsunami que afetou o Japão em março e também o anúncio de uma nova fábrica da Honda no México mudaram o cronograma do Brio. De um jeito ou de outro a montadora afirma que o modelo chegará ao país em 2013, a alguns meses antes da copa.

Uma coisa pelo menos já deu para notar, de frente belo opção, traseira medonha, não concordam?

Peugeot – Citroen apresentam projeto conceito VéLV ou Veículo Elétrico Leve, um triciclo ecológico para até 3 pessoas

setembro 27, 2011 Deixe um comentário

A PSA Peugeot Citroën apresentou esta semana o conceito VéLV, sigla para Veículo Elétrico Leve. O projeto, focado na mobilidade urbana, foi desenvolvido pelo Grupo PSA em colaboração com um consórcio de empresas francesas e um laboratório de pesquisa. O protótipo foi apresentado em Paris, França, na segunda-feira, 26, durante o Fórum da Ademe, a agência ambiental francesa. Assim como a Renault que a um tempo atrás havia mostrado o Twizy elétrico, como alternativa ao caos das grandes cidades, o grupo francês pensou também nas questões urbanas e ecológicas.

O VéLV é um triciclo elétrico capaz de levar até três pessoas, com potência de 20 kW e peso de 650 kg e diâmetro de esterçamento de apenas 7,20 m. A autonomia das baterias é de 100 km e a velocidade máxima chega a 110 km/h. O veículo indica, em tempo real, seu perímetro de ação e identifica os postos de recarga acessíveis com a energia disponível.

O objetivo do projeto, segundo a PSA, é limitar a quantidade de energia embarcada, propondo um veículo que proporciona prazer de dirigir com agilidade, graças ao motor elétrico e seu torque máximo imediatamente disponível, associado ao peso bastante reduzido. De acordo com cálculos dos engenheiros da fabricante francesa, o baixo consumo de 85 Wh/km do VéLV tem impacto ambiental equivalente ao deslocamento de uma pessoa viajando de trem.

O público alvo imaginado para o VéLV, diz a PSA, são empresas interessadas em diminuir o impacto ambiental de suas frotas, locadoras de veículos, pessoas que pretendem comprar um segundo carro e a inúmeros clientes particulares que desejam melhorar sua mobilidade na cidade.

Dentro do consórcio de empresas que desenvolveram o VéLV, a PSA Peugeot Citroën projetou a arquitetura do veículo; Leroy Somer, GKN e Valeo desenvolveram o sistema de tração elétrica completa de 20kW; a Valeo também criou o sistema de aquecimento projetado para pequenos veículos elétricos; a Johnson Controls Saft concebeu um conjunto de células Li-Ion com controle eletrônico que se integram ao veículo para fornecer os 8,5 kWh úteis e garantir os 100 km de autonomia; a Leoni dimensionou o feixe de sinal e de potência; a Michelin contribuiu com seu sistema de rodas motoras; e o IMS/LAPS, de Bordeaux, foi palco dos testes e simulações para compreender e aperfeiçoar o comportamento dinâmico do veículo de tamanho muito reduzido.

Veja abaixo um vídeo do VéLV elétrico da PSA Peugeot/Citroen e detalhes de sua concepção

Fonte: Automotive Business

 

Como será o VW UP! que será visto no Salão de Frankfurt 2011?

A Volkswagen revelou à Europa a versão definitiva de seu novo carro pequeno, o VW  Up!. O carro mede apenas 3,54 metros (35 centímetros mais curto que o Gol) e tem, segundo a VW, porta-malas de 251 litros (34 litros a menos que o Gol). O carro estará no Salão de Frankfurt 2011, que ocorre em setembro, na Alemanha. Na Europa o Up! terá motores 1.0 a gasolina entre 60 e 75 cv e será vendido com três versões regulares de acabamento e duas séries especiais.

Outra novidade guardada para Frankfurt é um carro-conceito elétrico extremamente compacto, com apenas um lugar. A montadora ainda não revela detalhes. Segundo o jornal Financial Times, a Volkswagen quer oferecer não apenas o modelo para seu consumidor, mas também energia vinda de fontes renováveis.

Veja abaixo mais fotos do VW UP! antes de sua apresentação oficial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Automotive Business

Terceira Geração do Smart Fortwo Elétrico será apresentada no Salão de Frankfurt 2011

Dentro de poucos dias o mercado conhecerá a terceira geração do Smart Fortwo elétrico que a Daimler apresentará no Salão do Automóvel de Frankfurt 2011, que abre as portas em 15 de setembro. O modelo promete invadir as ruas e será comercailizado em mais de 30 países a partir de 2012.

Ele terá maior capacidade de carga da bateria de íon-lítio, e segundo a montadora terá  autonomia para até 140 quilômetros.

Quando totalmente descarregado, o carrinho pode ser reabastecido em oito horas plugado a uma tomada doméstica de 220V – ou o dobro desse tempo em 110V. Há ainda opção pelo equipamento de recarga rápida, que recarrega as baterias em menos de uma hora. A marca também aponta que o modelo ganhou mais potência, com aceleração de 0 a 100 km/h em 13 segundos e velocidade máxima de 120 km/h.


Segundo o jornalista Pedro Kutney, do site Automotive Business, que fez um legítimo test drive pela ruas de Stuttgart, Alemanha, ele afirmou que a tecnologia da propulsão veicular elétrica está dominada. Não há nenhuma diferença perceptível na condução do carrinho – a não ser pela ausência do barulho do motor. O Smart elétrico roda com conforto e agilidade na cidade, mostrando comportamento bastante parecido ao de um modelo automático convencional. O que não é convencional é o preço, que necessariamente terá de receber subsídios governamentais para compensar o custo ainda elevado das baterias.

Outra novidade é o lançamento da Smart Ebike, bicicleta elétrica equipada com motor desenvolvido pela Bionx que recebe a energia de uma bateria de íon-lítio. A empresa afirma que, dependendo da forma de condução, a duas rodas pode rodar por mais de 100 quilômetros com apenas uma carga. Essa sim, uma ótima oportunidade de locomoção com zero emissão de poluentes e super econômica.

Fiat 500 poderá ter redução de preço em breve com início das importações do México

Em breve poderemos ter modelos do Fiat 500 , um pouco mais baratos. Pelo menos é o que se espera da Fiat, que começou a importar as primeiras unidades do modelo 500 fabricado no México, que será vendido no Brasil a partir de setembro próximo. Em junho, segundo registros da Receita Federal, foram trazidos 38 carros em três versões: Pop, Lounge e Sport com dois tipos de motorização (1.4 8V ou 1.4 16V Multiair).

O mais barato é o Pop, equipado com motor 1.4 8V fabricado pela Fiat Powertrain no Brasil, o mesmo utilizado no Novo Uno, de 85 cv com gasolina ou 88 cv com etanol. Nove modelos foram importados em junho pelo preço FOB (sem incluir frete, seguro e impostos) de US$ 12,3 mil cada, conforme registros da Receita.

Como vem do México, o carro é isento de imposto de importação. Considerando a taxa de câmbio a R$ 1,60 por dólar e aplicando todos os tributos, iguais as de um veículo feito aqui (IPI, ICMS e PIS e Cofins), o valor de nacionalização do 500 Pop é de R$ 29,3 mil.

Caso seja aplicada margem de 50%, para acomodar todos os demais custos de comercialização e lucro, o preço final ao consumidor do Fiat 500 de entrada pode girar de R$ 44 mil a R$ 45 mil, exatamente como vinha especulando a imprensa. Apesar de ainda ter valor elevado para seu tamanho e pelo que oferece, o 500 mexicano será consideravelmente mais barato do que o modelo que vinha sendo importado da Polônia, cuja versão mais barata custava quase R$ 60 mil.

A Fiat também vai oferecer duas outras versões (Lounge e Sport) com motor 1.4 16V com tecnologia Multiair – sistema que gerencia a quantidade de ar admitida em cada cilindro de acordo com cada regime de funcionamento, com ganhos de cerca de 15% no torque e 10% na potência, além de redução de 10% no consumo e emissões de CO2. Com essa configuração, a potência gira em torno de 100 cv.

Foram importados quatro 500 Lounge 1.4 16V Multiair pelo preço FOB de US$ 15,3 mil cada. Com impostos pagos, o valor do carro nacionalizado chega a R$ 36 mil. Aplicando-se a margem hipotética de 50% projeta-se preço de revenda a R$ 54 mil.

A Fiat importou também 25 unidades do 500 Sport 1.4 16V Multiair, pelo valor FOB máximo de US$ 15,5 mil. Após a nacionalização, o veículo custa no porto R$ 36,6 mil. Com a margem de 50%, pode chegar por R$ 55 mil na concessionária.

 

%d blogueiros gostam disto: