Archive

Posts Tagged ‘carros renault’

Renault terá versão do Logan expression 1.6 com câmbio automático

A Renault veiculou na mídia, ontem, sexta-feira dia 12, que irá colocar na linha 2012 do Logan uma novidade. Trat-se do câmbio automático de 4 velocidades. Ele será oferecido apenas na versão Expression e com preço sugerido a partir de R$ 41.950 (garantia de 3 anos), o sedã traz motor 1.6 16V Hi-Flex que desenvolve até 112 cavalos de potência a 5.750 rpm e torque de 15,5 mkgf a 3.750 rpm, quando abastecido com álcool.

O Logan deve usar a mesma  transmissão de quatro velocidades com opção de trocas manuais pela alavanca introduzida pela montadora francesa no Sandero, no início de julho. Em termos de desempenho, o Logan com caixa automática acelera de 0 a 100 km/h em 11,7 s e atinge a velocidade de 171 km/h.

Por ser a versão topo de linha do Logan, a Expression com câmbio automático vem de fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, faróis de neblina, travas e vidros elétricos. Entre os opcionais são oferecidas rodas de liga leve de 15 polegadas; Pack Segurança (freios com ABS, airbag duplo, terceiro apoio de cabeça traseiro e volante com revestimento em couro); e Pack Conforto 2 (rádio CD player integrado ao painel com comando satélite, vidros elétricos traseiros, retrovisores elétricos e alarme).

O Logan é oferecido também nas configurações Authentique e Expression, ambas com motor 1.0 16V Hi-Flex, e Expression com câmbio manual de cinco velocidades, motor 1.6 8V Hi-Torque e mesma lista de itens de série da automática (R$ 38.450).

Linha 2012 do Logan traz poucas mudanças, mas todas relacionadas ao Sandero

Por fora, o Logan 2012 mudou muito pouco. Na traseira, a identificação do modelo foi repassada para o centro do porta-malas, seguindo, de acordo com a Renault, a nova identidade visual da marca já adotada nos modelos Grand Tour, Symbol, Novo Sandero e Fluence. O leque de cores também ganhou a opção Bege Poivre, totalizando oito tonalidades.

Internamente, o painel herdou o design e os materiais adotados no novo Sandero. Destaque para o novo rádio com CD player (MP3, WMA e WMV) com duas entradas auxiliares, os comandos redesenhados do ar-condicionado e os detalhes em aço inox nas saídas de ar e dos puxadores das portas.

 

Novo Renault Duster é visto circulando no interior de São Paulo sem disfarces

maio 20, 2011 1 comentário

Renault Duster visto circulando por estrada na região de Joaquim Egídio próximo a Campinas

A Renault  deve lançar o novo modelo Duster ainda em 2011, mais precisamente no segundo semestre, mas ainda sem data definida pela montadora. O interessante foi que um morador da região de Campinas -SP, Sr. Osvaldo Furiatto Jr.  flagrou o modelo circulando por uma estrada de ligação entre a cidade de Campinas e o distrito de Joaquim Egídio.

A região tem a concentração de um dos maiores volumes de venda por habitante no país e conta também com concessionárias renault líderes em venda.

A proposta da marca ao lançar no Brasil , Renault Duster, será de concorrer no mercado de SUV compacto com o Ford EcoSport e como demonstra a foto acima já estaria realmente para ser lançado. De acordo com a pessoa que clicou o flagrante, uma grande equipe de filmagem acompanhava o veículo, que desapareceu logo após notarem que o carro havia sido fotografado. Isso inclusive poderia indicar que os preparativos marketeiros também já estariam sendo efetivados.

O Duster foi criado pela Dacia, montadora romena do grupo Renault/Nissan, com base na plataforma do sedã Logan. A versão de entrada brasileira terá motor 1.6 16V de 105 cv de potência, o mesmo utilizado pelo Sandero.

Na Romênia, local de origem do Duster a primeira aparição do modelo ocorreu em 2010.

Alguns detalhes do Duster

O velocimento e conta-giros terão provavelmente aro em tom de alumínio e grafismo simples. Ao centro, o display digital que mostra o combustível e temperatura do motor e o quadro de instrumentos será  exatamente o mesmo do Sandero.

No console central, mais Sandero. O desenho, as saídas de ar circulares e os botões dos vidros elétricos dianteiros e de travamento da porta também são os mesmos do hatch criado no Brasil.

Raízes de um projeto de baixo custo: botões dos vidros elétricos na parte traseira do console central (atrás do freio de mão). O detalhe é que a próxima reestilização do Sandero levará estes botões para as portas.

Laterais e puxadores também são os mesmos do hatch brasileiro.

Na prática, o aproveitamento de muitos itens do Sandero mostram que a Renault/Dacia seguiu a mesma receita da Ford, a qual compartilha diversos componentes entre os modelos Fiesta e Ecosport.

Siga o Blog Contagiros no:

R$28 mil, é o valor base para as novas versões do Sandero 2012

A Renault mostrou hoje terça-feira (10), em Florianópolis (SC), a nova versão do modelo Sandero 2012. Lançado no Brasil em 2007, essa é a primeira atualização pela qual o hatch passou sem seus quatro anos de vida. Infelzimente, apesar das novidades internas e externas, as versões e os motores continuam os mesmos, uma pena já que seus irmãos europeus vivem uma situação um pouco diferente. Mas a parte boa da coisa é que podemos considerá-lo uma espécie de frente do Fluence, talvez numa versão mais básica é claro.

Apesar dos 4 anos, hoje ele ocupa posição de destaque da marca, já que é o carro mais vendido da marca.

A opção de entrada Authentique (1.0 16V) chegará às concessionárias com preço sugerido de R$ 28,7 mil, enquanto a Expression 1.0 16V sairá por R$ 31,3 mil e a 1.6 8 V, de R$ 33,6 mil. A versão Privilège (1.6 8V) custará R$ 40,4 mil e a configuração ‘aventureira’ Stepway (1.6 16V) terá preço de R$ 42,6 mil.

De acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram emplacadas 6.670 unidades do hatch médio no mês passado, número que lhe garantiu a 10ª colocação no ranking dos mais vendidos, levando em conta automóveis e utilitários leves.

A Renault é a quinta montadora do mercado brasileiro, mas seguida de perto por Kia e Hyundai.

Imagem que circulou na internet em 2010 é idêntica ao resultado final em 2011

Veja abaixo no vídeo, mais imagens do Novo Sandero 2012

Siga o Blog Contagiros no:

Explodir um carro ao vivo nas mídias sociais é a estratégia da Renault para divulgar o Fluence

Imagem da página principal do Hot site usado na promoção #queseexploda

O que você leu é a pura verdade. As empresas estão cada dia mais ávidas por divulgar seus produtos. A Renault por conta disso decidiu literalmente detonar um carro da concorrência para destacar o sedã médio Fluence. A montadora criou uma promoção no twitter em que oferece aos participantes o direito de explodir um carro. Será que foi idéia do Bianco??  Diferentemente da parceira Nissan, a montadora francesa decidiu não pisar diretamente no calo da concorrência e, no lugar de um Toyota Corolla ou de um Honda Civic, vai destruir um modelo do coreano Daewoo Espero, que inclusive nem tem mais vendas de novos por aqui.

Batizada de #queseexploda, a campanha foi criada pela agência ID/TBWA e sugere que depois de andar no lançamento da Renault o consumidor vai querer explodir o próprio automóvel. O mais incrível é o tempo de resposta, ja eu ela começou segunda dia 25 e termina daqui a pouco. Para participar da ação é necessário fazer cadastro no hot site da marca ((http://campanhas.renault.com.br/fluence/#/explosao/) da promoção e postar no Twitter uma frase que aponte um motivo para detonar o carro. A montadora vai convidar o autor da resposta mais criativa para explodir o veículo coreano no dia 28 de abril, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Um item bacana da campanha é que cada twitt dá direito a ser exibido ao vivo também na porta do carro ( um pouco embaçado) , mas vale a pena.

A ação será transmitida ao vivo em redes sociais, no hotsite da ação e em banners em portais de notícias. A Renault garante que vai compensar o CO2 emitido na explosão.

Siga o Blog Contagiros no:

Renault Latitude Sedã, lançado na Argentina tem quase 5 metros de comprimento

Com o lançamento do Fluence no Brasil a Renault Argentina também está lançando um novo modelo, porém posicionado acima do Fluence. O novo Renault Latitude está aportando na Argentina. Fruto da união Renault / Nissan e importado da Coreia, o sedan se junta às outras ofertas da marca no segmento como é o caso do Fluence e do Megane III.

No que diz respeito às dimensões, o modelo se posiciona entre os maiores da empresa francesa por conta dos seus 4,89m de comprimento, 1,83m de largura e 1,49m de altura.

O grupo de faróis bi-direcionais, as lanternas traseiras com luzes de LED e a grade dianteira cromada dão dinamismo ao modelo que ainda conta com sistema de freios ABS, EBD, controle de estabilidade, air bags, sensores de duplo impacto lateral, limitador de velocidade, sensor de pressão para os pneus e luzes bi-xenônio para iluminação em curvas.

Em termos de acessórios e tecnologia, o ionizador de ar, o banco do motorista com quatro funções de massagem, o sistema de áudio Bose, o piloto automático e o porta-luvas cooler, dentre outros mimos, colocam o Latitude entre os melhores carros do segmento.

Para os argentinos duas versões serão disponibilizadas: Dynamique e Privilège.

A primeira conta com equipamentos padrão como, por exemplo, seis air bags, ESP, controle de temperatura automático, estofado em couro, teto solar, sensor de chuva, MP3, USB, Bluetooth, motorização 2.0 de 143 cv, e transmissão manual de seis velocidades. Seu valor é estimado em 36.500 dólares.

Por sua vez, a versão top Privilège acrescenta aos equipamentos da Dynamique faróis bi-xenônio, GPS, rodas aro 17, freio de estacionamento elétrico, sensor de estacionamento dianteiro e assentos elétricos com memória. O motor é o 3.5 V6 de 240 cv, com câmbio automático de seis relações. A versão custa 10 mil dólares a mais que a anterior (46.500 dólares).

Por enquanto não há qualquer previsão de chegada do modelo ao Brasil. Será que daria certo? Se não tivesse a mesma carga de impostos com certeza…

Fonte: Carplace

Siga o Blog Contagiros no:

Samsung SM7 Sedã deve ser apresentado no Salão do Automóvel de Seul 2011

A Samsung, subsidiária sul-coreana do Grupo Renault-Nissan, revelou ontem o primeiro esboço do novo SM7, através de uma foto em formato de teaser divulgada pela imprensa mundial.  A nova geração do modelo será apresentada durante o Salão do Automóvel de Seul, que abre suas portas no dia 1º de abril. Assim como aconteceu quando a primeira geração foi lançada, em 2004, o modelo deve emprestar componentes para futuros modelos da Renault-Nissan.

O SM7 será apresentado na forma de carro conceito e tem traços esportivos, seguindo a atual tendência de sedãs com perfis de cupês. A dianteira tem grade destacada e desenho contundente, como nos últimos modelos da Coreia do Sul.

Pouco conhecida por aqui, a não ser por eletroeletrônicos, vemos apenas máquinas de grande porte em obras por exemplo, a Samsung tem grande importância para a associação franco-nipônica. O sedã SM3 serviu de base para o Renault Fluence, que substituiu o Mégane sedã. Já o SM5 foi convertido em Renault Latitude.

A marca sul-coreana também foi responsável pelo desenvolvimento do Koleos, o utilitário esportivo da Renault. Já o primeiro SM7 aproveitou a base do Nissan Maxima lançado em 2003.

Carro conceito da Renault o Captur será visto no Salão de Genebra 2011

fevereiro 24, 2011 Deixe um comentário

A Renault vai mostra no Salão de Genebra 2011, mas um de seus carros conceitos e que prometem surpreender. Depois do surpreendente carro conceito DeZir, cupê de dois lugares com linhas ousadas, a Renault prossegue com sua estratégia de adotar um design inovador para o futuro de seus modelos e apresentou um novo carro conceito ainda mais surpreendente. Trata-se do crossover esportivo batizado de Captur e que para o segmento é totalmente diferente e também revolucionário e voltado para o público Jovem.

Com linhas mais arredondadas, desenho um pouco mais rebaixado e esportividade latente, o Captur é novo, aventureiro, intrigante e instigante. Mas não é somente o visual ousado que torna este carro conceito muito atraente. Novidades como as portas que abrem para cima, como se fossem um par de asas, a possibilidade de remoção do teto rígido para transformá-lo em um conversível, além de detalhes internos como a cor alaranjada das luzes da cabine e uma câmera frontal que introduz imagens na pista projetada no painel de instrumentos e que trabalha para aumentar a segurança ao dirigir são itens que reforçam sua inovação e funcionalidade.

O motor utilizado em sua composição também é conceitual. É um propulsor 1.6 biturbo que pode produzir em torno de 160 Cv de potência. O rendimento é suficiente para acelerá-lo aos 100 km/h em 8 segundos  e levá-lo à máxima de 210 km/h. Apesar do bom rendimento, o propulsor emite apenas 99 g CO2/km.

O Captur possui novo sistema de tração dianteira chamado RX2, com diferencial auto-blocante automático quando há perda de tração em pisos com baixa aderência.  A Renault também avisa que seu novo crossover será equipado com a tecnologia chamada Visio-system, que consiste em uma câmera que analisa a estrada à frente e auxilia o motorista na detecção de obstáculos, além de gerar maior aderência aos diferentes tipos de piso encontrados.

Se o Captur será produzido ou não, isto somente dados mercadológicos irão determinar, mas que ele representa um caminho novo em termos de design para a Renault, isso lá é bem verdade.

Siga o Blog Contagiros no:

%d blogueiros gostam disto: