Archive

Archive for the ‘Motos Benelli’ Category

Salão Duas Rodas 2009

agosto 27, 2009 2 comentários

Slão Duas Rodas

Nesse ano o salão duas rodas será realizado no salão do Anhembi – São Paulo – SP Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana é a 10ª Edição do evento que é a maior feira de Motocicletas, Bicicletas, Peças, Equipamentos e Acessórios da América latina. O evento será realizado de 7 a 12 de outubro de 2009.

Os ingressos serão vendidos no pavilhão do Anhembi a R$ 25,00 por pessoa, ou na internet com desconto apartir de setembro, terão desconto de 50% caravanas cadastradas previamente no site do Salão Duas Rodas.

Fonte: http://www.salaoduasrodas.com.br/

Benelli TRE 1130K: Versátil e requintada

julho 21, 2009 1 comentário

benelli_comercial

A Benelli TRE 1130K, uma funbike de 123 cv de potência máxima e design ousado, traz, como diferencial, itens exclusivos só encontrados em motos de competição: freios Brembo, garfo Marzocchi e amortecedor Extreme Tech.  Apesar da origem italiana, hoje o controle acionário do fabricante está a cargo de um grupo chinês. Importada oficialmente pelo Grupo Izzo , a TRE K enfrentará uma artilharia pesada formada por BMW R 1200 GS, Honda XL 1000V Varadero, Suzuki DL 1000 V-Strom,  Ducati Multistrada,  Buell Ulysses e Triumph Tiger 1050. Aliás, Benelli TRE K e a Tiger tem muita coisa em comum, principalmente o comportamento do motor, ambos de três cilindros em linha, de mais de 1000 cm³.  O preço sugerido deste modelo premium é de R$ 57.900,00.

Uma característica do motor de três cilindros em linha é sua força em baixas e médias rotações, como nos propulsores de dois cilindros em “V”, aliada à elasticidade dos motores de quatro cilindros em linha. Na prática, pilotar a Benelli TRE 1130K é uma tarefa bastante fácil, divertida, por isso funbike. Quando se gira o acelerador e o piloto passa as marchas, a transferência de potência é feita de forma bastante gradativa, sem sustos.

O que impressiona neste propulsor de 1131 cm³ de capacidade cúbica é seu torque máximo – 11,4 Kgf.m a apenas 5.000 rpm. Por esta característica a moto se torna bastante versátil, já que trabalha com uma grande faixa útil do motor. Outro fator que ajuda no desempenho da moto Benelli é o câmbio de seis velocidades – macio e bem escalonado. Ou seja, a parte motriz foi dimensionada para dosar de forma bastante equilibrada o duo formado por torque e potência.

Ciclística

benelli_curva

Em uma pista de teste fica difícil avaliar como será o comportamento desta moto na estrada, seu habitat natural. Porém a TRE K contorna bem curvas, além de oferecer bom nível de conforto e ergonomia para o piloto. Esta funbike oferece um conjunto de suspensão e freios da mais alta qualidade, usado em motos de competição, porém bastante compatível com a proposta estradeira.

Na dianteira, garfo telescópico invertido (upside-down) da grife Marzocchi com tubos de 55 mm, 190 mm de curso, e freios dignos das superesportivas – disco duplo de 320 mm de diâmetro, “mordidos” por pinça de quatro pistões. Na traseira, suspensão monoamortecida da marca Extreme Tech e disco simples de dois pistões. Detalhe: os freios são da italiana Brembo, garantia de eficiência e respostas rápidas. Para ajudar no trabalho de absorver impactos e parar a moto, o modelo está calçado com pneus Dunlop Sportmax.

Design e concorrência

benelli_trazeira

O desenho da Benelli TRE 1130K é o que chamamos “ame ou odeie”. Um mix entre história em quadrinhos e filmes de ficção. Se você tiver bastante imaginação, a parte dianteira – carenagem e pára-brisa – até lembra um gafanhoto. Porém radicalizar no visual é uma característica da marca italiana.
O tanque, com capacidade para 22 litros, também tem linhas arrojadas que oferecem encaixe para as pernas do piloto e boa autonomia. Mas o que chama mesmo a atenção são o chassi e a balança traseira, ambos construídos em aço de seção tubular.

Na traseira, a lanterna foi dividida em duas partes instaladas praticamente nas laterais do escapamento, que fica sob o assento. Já os piscas foram colocador no suporte da placa, sob o escape.

FICHA TÉCNICA:
Motor: 3 cilindros em linha, DOHC, quatro tempos, refrigeração líquida
Capacidade: 1.131 cm³
Diâmetro x curso: 88 mm x 62 mm
Taxa de compressão: 11,6:1
Potência máxima: 123 cv a 9.000 rpm
Torque máximo: 11,4 kgf.m a 5.000 rpm
Câmbio: 6 marchas
Quadro: Treliça em aço com sub-quadro em liga de alumínio
Transmissão final: por corrente
Alimentação: injeção eletrônica
Suspensão dianteira: garfo telescópico invertido (upside-down), com bengalas de 55 mm
Suspensão traseira: balança em treliça monoamortecida com regulagem de retorno e pré-carga da mola
Freio dianteiro: disco duplo flutuante de 320 mm de diâmetro com pinças de 4 pistões
Freio traseiro: disco simples de 240 mm de diâmetro com pinça de dois pistões
Pneu dianteiro: Dunlop Sportmax 120/70-ZR17
Pneu traseiro: Dunlop Sportmax 180/55-ZR17
Comprimento: 2183 mm
Largura: 850 mm
Altura: 1320 mm
Altura do assento: 840 mm
Distância entre eixos: 1.515 mm
Tanque de combustível: 22 litros
Peso: 215 kg
Preço: R$: 57.900,00

Fotos: Caio Mattos

Fonte: Agência Infomoto

%d blogueiros gostam disto: