Archive

Archive for the ‘Lifan Motors’ Category

Chineses da Lifan mostram no Salão do Automóvel que a paciência será uma virtude dos novos orientais do mercado

outubro 28, 2010 Deixe um comentário

Talvez isso nunca se torne uma expressão, mas quando criei a frase – NOVOS ORIENTAIS DO MERCADO, o conceito faz todo sentido, pois primeiro chegaram ao Brasil os orientais do Japão, com Honda, Suzuki, Toyota e que fazem um bom barulho e são vistas como sinônimos de qualidade em carros. Depois num momento posterior os orientais da Coréia como Kia e Hyundai tem feito um belo papel no país e com certeza chegarão as cabeças do mercado com seu estilo e principalmente custo benefício. Desta vez são os novos orientais, os chineses que aos poucos e deixando de lado a imagem de produtores de carros ruins.

Algumas inclusive já tem concessionárias no país e até planos de construção de fábricas.

Uma delas a Lifan, uma das maiores montadoras da China, está sendo oficialmente apresentada ao mercado brasileiro durante o Salão do Automóvel. Representada pelo Grupo Effa, a marca chega de forma sutil com dois modelos: o hatchback 320 e o sedã 620, montados no Uruguai em planta construída pelo Grupo Effa com investimento de US$ 25 milhões.

A Lifan expõe em seu estande outras novidades que desembarcam no Brasil em 2011: o hatchback 520, um utilitário esportivo (ainda sem nome definido), o 620 com transmissão CVT e a Minivan. A empresa ainda apresenta ao público o 620 EV, versão elétrica do sedã que será lançado no mercado internacional no próximo ano.

Por R$ 29.980 o Lifan 320 (hatch) oferece dois airbags de série, motor 1.3, direção hidráulica, ar-condicionado, trio elétrico, sistema de som, rodas de liga leve e freios ABS. O modelo é equipado com motor 1.2 litro e 88 cv de potência.

O Lifan 620 vai disputar o segmento dos sedãs médios, com preço sugerido de R$ 39.980 que inclui airbags para o motorista e passageiro do banco dianteiro, barras de proteção nas laterais, travamento automático das portas quando o veículo atinge 20 km/h, coluna de direção com sistema de absorção de impacto e sensor de estacionamento. Os freios são a disco nas quatro rodas, com sistemas ABS e EBD.


Investimento

Inaugurada em abril, em San José, região metropolitana de Montevidéu, a planta da Lifan conta com 70 funcionários. Em 2010 a produção chegará a cerca de 3 mil veículos. No próximo ano, a produção deverá atingir perto de 25 mil unidades. A partir de 2012, com um investimento adicional de US$ 15 milhões, a capacidade da fábrica deverá somar 40 mil carros por ano.

Pelos planos do Grupo Effa, 85% da produção da planta de San José seguirá para o Brasil, enquanto o restante é comercializado no mercado uruguaio. Entre outubro e dezembro deste ano a meta da empresa é 2,5 mil veículos da Lifan no Brasil.

“Em 2011 pretendemos vender 20 mil veículos da Lifan no Brasil”, afirma Eduardo Effa, presidente do Grupo Effa. O volume inclui, além dos automóveis 320 e 620 montados no Uruguai, os modelos 520, 620 CVT, Minivan e o utilitário esportivo que, a princípio, não serão montados na planta do Uruguai. Os veículos têm garantia de três anos.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

 

Brasil poderá ter Suzuki, Haima e Rossin-Bertin como novas montadoras em breve

outubro 28, 2010 Deixe um comentário

Nada melhor do que a semana de lançamento do Salão do Automóvel 2010 para as marcas soltaram todas as notícias possíveis e imagináveis para os ávidos leitores de todas as mídias. Como já era esperado as notícias sobre investimentos e aportes de fabricantes que pretendem investir por aqui nào seria diferente e segundo a antiga propaganda da Ipiranga que diz que o BRASILEIRO É APAIXONADO POR CARROS, então as notícias são as melhores possíveis. O Brasil terá mais três montadoras nos próximos três anos. A japonesa Suzuki é uma delas: vai produzir localmente o pequeno jipe Jimny, na foto acima é hoje importado por R$ 55 mil.

A fábrica da Suzuki ainda não tem local definido e nem valores de investimentos. “O projeto foi aprovado há duas semanas e ainda estamos definindo os detalhes”, diz o presidente da marca, Luiz Rosenfeld. Segundo ele, a produção inicial será de 3 mil unidades ao ano. O Brasil, quarto maior mercado mundial de veículos, já abriga 19 fabricantes de automóveis, utilitários, caminhões e ônibus. Duas novas marcas anunciaram fábricas aqui recentemente: a coreana Hyundai e a chinesa Chery.

A chinesa Haima, que inicia importação em 2011, vai investir R$ 200 milhões para a montagem de automóveis compactos, inicialmente com peças (CKD) trazidas da China, e o grupo Platinuss, importador de veículos de alto luxo, fará o primeiro superesportivo nacional, batizado de Rossin-Bertin, que será vendido a R$ 700 mil.

Modelo Haima 3, um dos carros da chinesa que poderá ser fabricado no Brasil

Inicialmente deverão ser importados os modelos M2, 3, Family e 7(S3). A Haima possui acordo com a japonesa Mazda e seus modelos são atualizações de modelos antigos da marca ou re-estilizações em modelos atuais.

A pequena linha de montagem do Rossin-Bertin (sobrenomes de seus criadores: Fahres Rossin, ex-engenheiro da GM, e o herdeiro do grupo Bertin, Natalino Bertin Jr.) receberá inicialmente investimentos de R$ 65 milhões em uma linha de montagem em Blumenau, SC. A fábrica entra em operação em 2012, com produção inicial de 50 unidades ao ano, com previsão de atingir 300 até 2017.

“É um modelo com identidade própria, não se inspira em nenhum outro esportivo”, diz Rossin. Duas unidades do modelo foram apresentadas ontem no Salão do Automóvel, em São Paulo – que abre as portas nesta quarta-feira, 27, para o público –, mas a versão final só ficará pronta em um ano. “Queremos criar um ícone brasileiro”, afirma Bertin, que é responsável no Brasil pela importação de modelos como o Pagani Zonda R, carro de corrida que será vendido a R$ 10 milhões, e o Koenigsegg CCXR, cotado a R$ 6 milhões.

koenigsegg CCXR exposto no Salão do Automóvel 2010

Chineses

A Haima, marca chinesa representada pelo grupo Districar, tem planos de iniciar montagem de um sedã e um utilitário em 2013. “A primeira fase prevê produção de 30 mil a 50 mil unidades anuais”, diz Abdul Majid Ibraimo, presidente da empresa. A estreia da marca no Brasil, porém, não foi das melhores. Os carros trazidos da China para o Salão ficaram retidos no porto de Vitória por problemas de documentação, e o estande ficou vazio nos dois dias dedicados à apresentação do evento à imprensa. A previsão era de que os carros chegassem hoje.

As nove marcas chinesas que participam do salão projetam vendas de 146 mil veículos em 2011, num mercado que, pelas previsões dos fabricantes, deverá consumir perto de 3,6 milhões de unidades. Para mostrar sua intenção de fixar raízes no País, o presidente da Chery, Luis Curi, informa que a empresa terá um centro de desenvolvimento local. A fábrica que será construída em Jacareí (SP) vai produzir cerca de 150 mil unidades ao ano.

Embora não tenha planos de uma fábrica no curto prazo, o grupo Effa, importador da marca Lifan, também firmou parceria com a fabricante chinesa para montar um centro de desenvolvimento no Brasil que fará projetos para serem distribuídos pela fabricante na América do Sul. “Vamos ter uma equipe de engenheiros locais para desenvolver projetos, incluindo de modelos híbridos e elétricos”, explica Eduardo Effa.

Na terça-feira a Effa sofreu um pequeno revés no País: o Ministério da Justiça determinou que a empresa faça recall dos modelos M100, substituindo os cintos de segurança traseiros por cintos de três pontos, como exige a norma local.

Fonte: Cleide Silva, de O Estado de S. Paulo.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Lifan divulga os preços dos modelos sedã 620 e o hatch 320 que serão vistos no Salão do Automóvel 2010

setembro 25, 2010 Deixe um comentário

Modelo Lifan 320 - aquele parecido com o Mini Cooper

Modelo de Luxo - o sedã 620 da Lifan

Depois de mostrar ao mundo uma versão ao estilo do mini  cooper com o nome de 320 , a montadora chinesa Lifan divulgou os preços dos modelos que serão vendidos no Brasil, o sedã 620 e o hatch 320. Estes inclusive serão os destaques do stand da montadora no Salão do Automóvel 2010.

O hatchback 320, muito semelhante ao Mini Cooper, terá preços iniciais de R$ 29.980 e virá com itens de série como ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, airbag duplo, entre outros.

Já o sedã 620, que tem motor 1.6 16V e conta com todos os equipamentos do 320 e mais bancos de couro, faróis LED e sensor de estacionamento, sai por R$ 40.000.

A Lifan é hoje  uma das maiores companhias privadas da China e começará efetivamente a vender outros modelos no mercado brasileiro em maio. A marca será representada com exclusividade no País pela Ever Eletric, mesmo grupo responsável pela Effa Motors. As duas marcas vão operar com redes de concessionárias exclusivas.

Fundada em 1992, a Lifan Industry Group possui 13 mil funcionários. Em 2003, o Grupo criou a Lifan Automobile, após adquirir a montadora Chongqing Special Purpose Use Vehicle Manufacturing.

Lifan 320 - aquele parecido com o Mini Cooper

A Lifan vai contar com 14 concessionárias no país: três em São Paulo, Paraná e Minas Gerais, duas no Rio de Janeiro e uma no Mato Grosso do Sul, em Brasília e na Bahia. Em breve, a marca vai para outros estados, como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Veja as 30 marcas internanacionais que estarão presentes no Salão do Automóvel 2010

setembro 22, 2010 Deixe um comentário

Acho justo dar crédito a certas matérias e como a tabela de lançamento de carros do Salão do Automóvel 2010 do site da auto esporte foi uma das mais completas que encontrei na web, decidimos reproduzí-la na íntegra.

Ela foi exibida na semana passada quando a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) divulgou os modelos das 30 marcas associadas que estarão presentes no Salão do Automóvel de São Paulo.

Lembrando que a maior feira automotiva da América Latina abre as portas ao público a partir do dia 27 de outubro.

As associadas à entidade expõem mais de 210 veículos no evento, dos quais 70 são lançamentos.Entre as principais confirmações estão o Aston Martin Rapide, a Ferrari 599 GTO, o Porsche Panamera V6 e o Maserati Award Limited Edition. As fabricantes chinesas também serão destaque este ano, com a estreia das novas marcas JAC Motors e Haima. Os modelos desta última devem começar a ser vendidos no mercado brasileiro em março de 2011.

Confira a lista dos modelos confirmados (em ordem alfabética pelas marcas), lembrando que esta lista demonstra apenas os importados:

Aston Martin Rapide V12
Aston Martin Rapide V12 (Foto: Divulgação)
Aston Martin

A grande estrela da marca no salão será o Rapide, o primeiro cupê quatro portas equipado com o motor V12 6.0 de 477 cavalos de potência que já equipa o DB9. O preço sugerido será de R$ 950 mil. No estande estarão presentes também o Vantage V8, DB9 V12 e DBS V12, todos já à venda no Brasil.

Audi A8
Audi A8 (Foto: Divulgação)
Audi

A fabricante alemã trará para a feira o A1, compacto que mira o mercado do Mini Cooper, o  superesportivo R8 Syder, o RS5 e o A8, o sedã de luxo da marca que começa a ser vendido em outubro. Os preços não foram revelados, mas a estimativa é que o A8 custe em torno de R$ 500 mil.

BMW X3 XDrive 35i
BMW X3 XDrive 35i (Foto: Divulgação)
BMW

A marca bavária afirmou que trará o  Active Hybrid 7 e a nova geração do SUV médio X3, que está mais de 8 cm mais comprido, 1,2 cm mais alto e 2,8 cm mais largo do que a geração atual. No Brasil será oferecida a versão XDrive 35i, com motor 3.0 a gasolina de 304 cv de potência máxima e 41 kgfm de força.

Benni Mini
Benni Mini (Foto: Divulgação)
Chana

A chinesa confirmou a estreia do Benne Mini, Alsvin (nas versões hatch e sedan) e a minivan Star. O destaque será a versão compacta do Benne que tem 3,52 m de comprimento e é equipado com motor a gasolina 1.0 de 51 cv. O preço estimado é de R$ 29 mil e inclui ar-condicionado, duplo airbag, vidro e travas elétricas e freios ABS, rádio CD Player e MP3.

Chery QQ
Chery QQ (Foto: Divulgação)
Chery

A também chinesa Chery, que já vende três modelos no Brasil, apresentará no salão o SUV Tiggo automático, Cielo hatch mecânico, Cielo sedan 1.8 automático, S18, S18D, A13A nas versões hatch e sedan e o subcompacto QQ, que mira o mercado do Mille, Ka e Celta e será oferecido por cerca de R$ 20 mil.

Jeep Grand Cherokee 2011
Jeep Grand Cherokee 2011 (Foto: Divulgação)
Chrysler

A linha 2011 do Jeep Grand Cherokee será o destaque no estande da marca norte-americana. O modelo será oferecido no país nas versões Laredo e Limited, ambas equipadas com o novo motor V6 3.6 de 280 cavalos e 35,4 kgfm de torque. Os preços partem de R$ 170 mil. Depois está prevista a estreia do modelo V8 5.7 de 356 cv.

Effa M100 linha 2010
Effa M100 linha 2010 (Foto: Divulgação)
Effa Changhe

A dona do M100 exibirá no evento a linha 2010 do hatch chinês, que agora é fabricado pela Suzuki. O compacto ganhará novos equipamentos de série, como direção elétrica, e terá o preço reajustado. Outra novidade é a picape média Plutos, também feita em parceria com a fabricante japonesa.

Ferrari 599 GTO
Ferrari 599 GTO (Foto: Divulgação)
Ferrari

A fabricante italiana confirmou a presença das suas duas novas “macchinas” no salão. A Ferrari 458 Italia foi apresentada em abril deste ano no Brasil, mas as vendas ainda não começaram. Já o 599 GTO, o carro de rua mais rápido da Ferrari, será visto pela primeira vez no país. A novidade tem 670 cv, acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,35 segundos e chega a velocidade máxima de 335 km/h.

Haima M2
Haima M2 (Foto: Divulgação)
Haima

A Districar, que importa os veículos da sul-coreana SsangYong e da chinesa Chana, passa a representar no Brasil a também chinesa Haima que terá inicialmente quatro modelos por aqui: o Haima 2 (M2), hatch com motores 1.3 e 1.5 e transmissão automática, o Haima 3 nas versões sedã e hatchback com motores 1.6 e 1.8 litro, o sedã Family 1.6 e o SUV S7 com motor 2.0.

Hatch JAC J3
Hatch JAC J3 (Foto: Divulgação)
JAC Motors

A Jianghuai Automobile Co., ou JAC Motors, é mais uma fabricante chinesa que aproveitará o Salão de São Paulo para estrear no Brasil. A marca será representada no país pelo grupo SHC, que é comandado por Sergio Habib, ex-presidente da Citroën. Por enquanto, serão apresentados apenas quatro modelos: J2, J3 (versão Sport e Turim), J5 (incluíndo uma versão híbrida) e o J6.

Novo Jaguar XJ
Novo Jaguar XJ (Foto: Divulgação)
Jaguar

O único representante da marca em seu estande será o novo XJ. A linha 2010 mudou o visual, principalmente a traseira. O sedã de luxo é equipado com motor V8 de 5.0 litros Supercharged que entrega 470 cavalos de potência e permite a aceleração de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos. No mercado europeu os preços variam de R$ 170 mil a R$ 280 mil, sem impostos e taxas de importação.

Jinbei Topic
Jinbei Topic (Foto: Divulgação)
Jinbei

A fabricante chinesa, controlada pela CN Auto, confirmou a estreia de várias novidade no Brasil. A marca, que já vende as vansTopic, terá outras cinco versões do modelo e apresentará ainda a Splendor 7.

Kia Koup
Kia Koup (Foto: Divulgação)
Kia Motors

A sul-coreana Kia Motors já havia adiantado seis novidades que apresentará na feira. Estarão no estande o novo Sportage, o Soul com motor flex, o sedã Cadenza que é sucessor do Opirus, o Optima (a nova geração do Magentis) e o Koup e o Forte, que são as versões cupê e hatch do Cerato, respectivamente.

Koenigsegg CCXR E100Koenigsegg CCXR E100 (Foto: Divulgação)
Koenigsegg

A versão Platinuss Special do  superesportivo CCXR E100, dedicada à Platinuss importadora oficial da Koenigsegg no Brasil, será a atração no estande da marca. O  motor do modelo feito para o Brasil será alimentado 100% por etanol e ganhou 82 cavalos de potência passando para 1.100 cv. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2,9 segundos e o modelo chega a 415 km/h.

Lamborghini Gallardo Superleggera 2011Lamborghini Gallardo Superleggera 2011 (Foto: Divulgação)
Lamborghini

A Lamborghini terá no salão a Gallardo LP570 4 Superleggera 2011. A nova versão tem 70 kg a menos e 10 cv a mais no motor V10 5.2 que entrega agora 570 cv. Do zero até os 100 km/h, o modelo leva 3,4 segundos. Os preços no país não foram revelados, mas sabe-se que esse será o carro mais caro da marca italiana.

Range Rover Evoque
Range Rover Evoque (Foto: Divulgação)
Land Rover

A marca britânica apresentará no país o Range Rover Evoque, Range Rover Vogue 2011 e o Land Rover Freelander 2. O Evoque, que será apresentado oficialmente no Salão de Paris, será o menor, mais leve e mais econômico Range Rover já produzido. Disponível nas versões 4×4 e 4×2, o modelo terá emissões de CO2 abaixo dos 130 gramas por quilômetro rodado.

Lifan
Lifan (Foto: Divulgação)
Lifan

A Lifan, fabricante chinesa, confimou a estreia da versão automática e elétrica do 620, o sedã 520, um utilitário esportivo e uma van. Das novidades, a que promete ser o grande destaque é o 620, um sedã do porte do Polo Sedan que traz de série ar-condicionado, freios ABS, airbag duplo e faróis dianteiros com LED’s. A estimativa é que o preço fique em torno de R$ 40 mil.

Maserati Awards EditonMaserati Awards Editon (Foto: Divulgação)
Maserati

A Maserati levará para a feira uma edição especial do Quattroporte que foi apresentada no Salão de Genebra. A  Awards Editon tem pintuta em tom pérola, novos cromados na carroceria, rodas de liga leve de 20 polegadas e pinças de freio da marca Brembo. O motor é o V8 4.7 de 439 cv da versão Sport GT S. As vendas no mercado europeu já começaram, mas os preços só são divulgados aos interessados no luxuoso.

Mini Countryman
Mini Countryman (Foto: AP)

Mini

A principal atração da Mini (marca da BMW) – é a versão 4X4 do compacto Mini Cooper, chamada de Countryman.  Apesar de off-road, o interior do modelo traz o mesmo requinte e estilo das outras versões. De diferente está o porta-malas, agora com capacidade para 350 litros. São oferecidos como opcionais sistema de navegação e áudio, teto panorâmico, faróis com regulagem de altura e banco traseiro de três lugares (de série, são apenas dois lugares).

Pagani Zonda R
Pagani Zonda R (Foto: Divulgação)
Pagani

O Pagani irá mostrar em São Paulo o Zonda R e o Cinque. O primeiro é uma versão mais leve e mais rápida do Zonda equipada com motor V12 6.0 de 750 cv e limitada a apenas 10 unidades. A outra é uma versão de rua do Zonda R com propulsor de 678 cv, câmbio sequencial de seis marchas, controle de tração e freios ABS. Os preços são 1,2 milhões de euros e 800 mil euros, respectivamente.

Porsche Cayenne S Hybrid
Porsche Cayenne S Hybrid (Foto: Divulgação)

Porsche

A Stuttgart Sportcar, importador oficial Porsche, confirmou os modelos Panamera V6, Cayenne S Hybrid e o esportivo 911 GT2 RS no estande da marca alemã. O principal destaque é o modelo híbrido, equipado com um motor a combustão V6 3.0 com supercompressor e 333 cv de potência, combinado a um motor elétrico de 47 cv. Dependendo das condições, os motores podem funcionar de forma independente ou em conjunto.

Spyker C8 Aileron Coupé
Spyker C8 Aileron Coupé (Foto: Divulgação)
Spyker

Depois de apresentar o C8 Laviolette e C8 Spyder, a marca holandesa Spyker traz para o Brasil o C8 Aileron Coupé, que tem a carroceria em alumínio mais larga, entreeixos mais longo e motor central. O propulsor é um V8 4.2 litros de 400 cavalos de potência.A velocidade máxima é de 300 km/h. Os preços ainda não foram revelados, mas devem ser superior aos R$ 1,1 milhão e R$ 1,5 mi cobrados pelos carros que já estão aqui.

Ssangyong Korando CSsangyong Korando C (Foto: Divulgação)
SsangYong

Para se recuperar da crise que quase a levou à falência, a sul-coreana investe no segmento de crossovers e apresenta o Korando C ao mercado brasileiro. A SsangYong divulgou poucas informações sobre o modelo, mas ele contará com tração 4×2 e 4×4 e motor 2.0 turbo diesel de 173 cavalos de potência. O Korando C vai concorrer com os também sul-coreanos Hyundai Tucson e ix35.

Volvo S60
Volvo S60 (Foto: Reuters)

Fonte: Auto esporte

Volvo

Os lançamentos da marca sueca no Brasil são o S60, o C30 – R-Design e o XC60 – R-Design. O maior destaque é o luxuoso sedã S60. Seu principal atrativo não é a nova geração de motores 3.0 de 304 cavalos, mas sim o avançado sistema de segurança que detecta pedestres, para evitar atropelamentos. O sistema identifica as pessoas que passam na frente do carro e alertam o motorista.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Lifan – Montadora Chinesa começa operação no Chile

Imagem do Lifan 620 - Sedã de Luxo da montadora

A chinesa Lifan anunciou seu retorno ao mercado chileno nesta semana. A empresa agora será representada naquele país por uma nova companhia, chamada Sodivem.

Nesta nova fase, a oriental chegará à região andina com mais modelos do que antes. Aos poucos eles começam a chegar tanto no Brasil quanto na América Latina.

Além do 520, oferecido anteriormente, a Lifan venderá dois modelos que também chegarão ao Brasil em 2010. O primeiro é o 320, um compacto com linhas “inspiradas” no Mini. Ele tem motor 1.3 16v de 87 cv e traz trio elétrico e direção hidráulica de série.

Já o 620 é movido por um 1.6 16v de 105 cv e conta com ar-condicionado, trio elétrico, rodas de liga leve, sensor de obstáculos, entre outros. O grande problema será vencer a desconfiança que já existe em função da pouca rede de assistência técnica disponível e a grande falta de peças dos modelos de algumas marcas recém chegadas. Mas não podemos esquecer que o Japão na década de 60 teve restrições parecidas e hoje é líder mundial com a Toyota.

A notícia em si é muito mais um alerta para as montadoras que já estão aqui a mais de 30, 40 ou por que não 50 anos.

Chinês observa, aprende e tenta fazer sozinho depois, portanto eles podem errar no começo, mas logo logo vão acertar mais do que errar…

No vídeo abaixo do comercial em espanhol do Lifan E 320 – um trocadilho pra lá de infame… LIFAN … TÁSTICO….

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

Lifan Motors da China começa operação no Brasil em maio

Lifan 320 em stand da Lifan Motors em Pequim

Recentemente mostramos notícias dos carros da Lifan e a possibilidade dela trazer alguns modelos, dentre eles o Lifan 320 com um design inspirado no inglês MINI Cooper, o 320 é um hatch de tamanho compacto e razoável espaço interno.

A Lifan é hoje  uma das maiores companhias privadas da China e começará efetivamente a vender outros modelos no mercado brasileiro em maio. A marca será representada com exclusividade no País pela Ever Eletric, mesmo grupo responsável pela Effa Motors. As duas marcas vão operar com redes de concessionárias exclusivas.

Em maio serão lançados dois modelos: o sedã 620 (motor 1.6) e o hatch 320 (motor 1.3). Ambos contarão com a tecnologia de propulsores com 16 válvulas. O pacote de equipamentos de série inclui ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico e duplo air bag.

Fundada em 1992, a Lifan Industry Group possui 13 mil funcionários. Em 2003, o Grupo criou a Lifan Automobile, após adquirir a montadora Chongqing Special Purpose Use Vehicle Manufacturing. A empresa produz hoje os modelos 320, 520 (sedã e hatch) e 620.

Outros modelos serão lançados em breve, incluindo o primeiro utilitário esportivo da marca, cuja apresentação mundial vai acontecer no Salão de Pequim, na China, entre 25 de abril e 2 de maio. O utilitário deverá ser lançado no mercado brasileiro ainda neste ano.

Essa e outras matérias você pode seguir pelo twitter

%d blogueiros gostam disto: