Arquivo

Archive for the ‘Motos Honda’ Category

Conheça mais detalhes dos lançamentos da Honda, a CBR 250 R e CRF 150 F

 

Honda CBR 250 R lançamento da honda em 2012 frente e traseira

De uma só vez a Honda Motos , líder de vendas e de mercado de motos no Brasil resolveu finalmente lançar dois modelos de uma vez só. Uma delas, a CBR 250 R já tinha sido apresentado no último Salão Duas Rodas de 2011.

A outra moto lançada é a CRF 150F, moto trail  ( foto abaixo) destinada à prática esportiva e ao lazer. Mas não se anima, ela é exclusiva para ser utilizada em vias não públicas. Não tem farol ou pisca-piscas e por isso não pode ser emplacada. Utiliza motor semelhante ao da linha CG 150, mas é alimentado por carburador em vez de injeção eletrônica. Produz 14 cv e tem partida elétrica. Ele tem preços a partir de R$ 8.690.

Preparamos mais imagens e informações dos modelos CBR 250 R e CRF 150 F no Blog Contagiros – www.contagiros.com.br

Um dos maiores lançamentos do ano, a Honda NC 700X, deve chegar em breve as concessionárias

fevereiro 24, 2012 2 comentários

A Honda está contando os dias para um de seus maiores lançamentos do ano. Depois das ações de merchandising feitas no Big Brother onde pudemos ver vários modelos, digamos mais pesados da marca, enfim a marca confirmou que dentro de no máximo 60 a 90 dias as concessionárias de motos Honda no Brasil devem receber o modelo NC 700 X,  equipada com motor de dois cilindros e 670 cc. Inicialmente o modelo tinha sido apresentado o ano passado durante a exposição no Salão Internacional de milão – EICMA 2011 e até então nào haviam informações se a moto seria trazida ou produzida por aqui

Uma curiosidade na moto e que a diferencia de outras do mercado será o uso de um porta-capacete instalado onde normalmente estaria o tanque de gasolina. Para isso, o reservatório de combustível (de 14,1 litros) foi deslocado para um espaço existente embaixo do banco. Suas rodas serão de liga leve de 17 polegadas e seu visual segue a linha Bicuda da Crossturer e Crossrunner.

A NC700X pode vir com câmbio convencional (acionado pelo pé) ou automatizado com dupla embreagem. Os dois têm seis marchas. No primeiro caso seu motor produz 47,6 cv e no segundo, 52 cv. Outros dois modelos compartilham projeto com a NC700X, sendo um deles um scooter.

O consumo também será bem interessante e a Honda afirma que será de cerca de 28km/l. Estima-se que o preço da nova NC700X possa oscilar entre 22 a 25.000 reais.

Ainda são esperados outros modelos da  Honda como a nova  CBR 250R, esportiva de baixa cilindrada, e a CRF 250L, moto de uso misto (cidade-campo).Vamos aguardar!

Acompanhe o ContaGiros nas Redes Sociais:

Confira as novidades do Salão de Motos de Milão 2011, o maior salão de motos do mundo que começou ontem dia 10 de Novembro

novembro 11, 2011 Deixe um comentário


Começou ontem, dia 10 de Novembro na famosa Milão na Itália, o EICMA , um dos mais concorridos e charmosos salões de motos do Mundo, o Salão de Milão 2011. Não só elegante e charmoso como também é considerado o mais  importante evento do mercado europeu de duas rodas.Para não dizer talvez do mundo ( será que existe algum maior?)

Abaixo um show de imagens e alguns dos principais destaques do evento. Não dá para publicar tudo num post só, mas este ficou bem recheado.

Marcas do mundo inteiro se revezam até o dia 13 de novembro em mostrar ao mundo as novidades do mercado. Como não poderia ser diferente, começamos pela marca italiana, a Piaggio, com um modelo estilo retrô, da época do pós guerra, a Vespa 46.

Ainda do grupo Piaggio, a Aprilia, mostrou o “big-scooter” SRV 850, produto que possui motor de 2 cilindros de 850 cm³ capaz de alcançar 76 cv de potência máxima. Só para se ter uma idéia um carro 1.000 no Brasil chega a ter menos potência que a moto, que numa foto quase perfeita, mostra a beleza também de quem poderia ocupar sua direção, como a modelo da foto abaixo.

A alemã,  BMW finalmente chega ao mercado de scooters e apresenta os modelos  C 600 Sport e o C 650 GT. Além dos scooters, a marca de origem alemã exibe também a série especial HP da esportiva K 1300 S, que tem detalhes feitos de fibra de carbono e ponteira de escape de titânio. O motor de quatro cilindrois em linha é o mesmo e produz 175 cv.


A Yamaha guardou para a feira três versões especiais da V-Max. Elas levam as assinaturas Ludovic Lazareth ( foto acima da Vmax) ,  Roland Sans e Marcus Walz, empresas especializadas em personalização. Um dos motores recebeu modificações e alcança 200 cv de potência.

Da austríaca KTM, um dos destaques é a Duke 690, que marca a nova geração dos motores da linha LC4, de um cilindro e quatro tempos. O da Duke 690 teve origem nos campeonatos de motocross, rali e enduro. Produz 67 cv de potência. Outro destaque da KTM em Milão é a Freeride, primeira motocicleta elétrica da marca.

Ducatti mostra asuper esportiva 1199 Panigale e 195 cv de pura potência

A ousada Ducati, chega ao evento apresentando nada menos que  três versões de sua nova superesportiva 1199 Panigale: standard, S e Tricolore. Os dois cilindros em “L” e o comando de válvulas desmodrômico foram mantidos, mas a Panigale inovou nos chassis e na eletrônica embarcada.

A nova aposta da marca de Borgo Panigale, que promete inovar em todos os quesitos segundo Claudio Domenicali, gerente geral da Ducati, deixou de lado o tradicional quadro em treliça para utilizar um chassi monocoque em alumínio. Cerca de 10 quilos mais leve que a 1198, a nova Panigale oferece 195 cv de potência máxima, além de um pacote eletrônico de fazer inveja até mesmo à BMW S 1000 RR.

Nakked Brutalle 675 da MV Agusta - um show de arrojo e performance

A clássica  MV Agusta apresentou com honras de super estrelas a esportiva F3 e a naked Brutale 675, ambas equipadas com motores de três cilindros em linha com 675 cc de capacidade cúbica. Um ainformação retirada do site infomoto diz que a marca italiana e a brasileira Dafra anunciaram que a F3 Serie Oro e a F4 RR Corsa Corta serão importadas com preços de R$ 170 mil e R$ 150 mil, respectivamente.

Com edição limitada em 200 unidades, a esportiva F3 Serie Oro está equipada com motor três cilindros de 675cc de capacidade pública, além de peças em fibra de carbono, suspensão e amortecedor de direção Öhlins, pinças dianteiras em monobloco, pedaleiras do piloto ajustáveis, banco em couro e placa de identificação em ouro, constando o número de série da motocicleta. Além disso, o novo proprietário da F3 Serie Oro recebe um kit especial, que remete aos três pistões do motor que a equipa, contendo a chave e o certificado de autenticidade.

Já a versão da supersportiva F4, a RR Corsa Corta conta com propulsor de quatro cilindros em linha, 16 válvulas e 998 cm3 de capacidade cúbica, que gera 201 cv a 13.400 rpm potência máxima de. Com esse desempenho, a F4 RR Corsa Corta é uma das poucas motocicletas do mundo a contar com um motor de mais 200 cv.

Curiosidades do Salão de Milão 2011

Uma moto inusitada foi apresentada durante o evento. Trata-se da  Xenon, desenvolvida pela empresa Evolve Electric Bikes – empresa localizada nos EUA e que preparou um modelo muito parecido com o que foi visto no filme Tron. Ela é feita com om neon azul emoldurando as “rodas”, é totalmente elétrica e custa a partir de US$ 55 mil. O grande diferencial da Xenon, além é claro, do design radical e do motor 100% elétrico, são suas rodas de 32 polegadas sem cubo e um quadro de fibra de carbono feito à mão.

A moto-conceito usa baterias de íon-lítio, que além de servir de força motriz, dão vida e cor à Xenon. O modelo da Evolve poder ser uma boa opção para quem quer divulgar um evento dirigido ao público jovem, descolado e que é viciado em filmes e games de ação e ficção científica.

A moto tem ainda moto tem motor de 40.000 watts, baterias de 96 volts, autonomia para 160 quilômetros, velocidade máxima de 160 km/h e, para carregar este brinquedão são necessárias cerca de 3,5 horas. Seria uma moto que além de todos os predicados acima certamente não passará desapercebida em qualquer local que trafegue.

Honda faz o lançamento oficial mundial da Nova CBR 1000 RR Fireblade 2012 que atinge 178 cv de potência

setembro 26, 2011 2 comentários

A menos de 48 horas a Honda Motos mostrou a imprensa mundial como será a nova Honda CBR 1000 RR Fireblade 2012.

O lançamento chega num momento em que a marca quer mostrar que está ativa e após muita expectativa do setor, finalmente vamos ver as  novidades empregadas no modelo.  As principais mudanças ocorreram no visual da CBR 1000RR, que recebeu novas carenagens e novo conjunto óptico.

De acordo com a Honda, as alterações otimizaram sua aerodinâmica.

Em sua mecânica, a Honda alterou o mapeamento da injeção eletrônica, deixando o sistema mais homogênio. As suspensões também receberam modificações, tanto no garfo dianteiro como no monoamortecedor traseiro, o que, segundo a Honda, melhoraram a tração e comportamento da motocicleta. O motor é o mesmo quatro cilindros em linha, que atinge 178 cv de potência máxima.

Para completar, a marca renovou o painel de instrumentos e colocou novas rodas de alumínio.

Detalhes da Nova Fireblade 2012

A alteração de maior  destaque é o novo desenho dos faróis e uma nova carenagem frontal. Fazendo lembrar as gerações anteriores  da CBR1000 RR antes de 2008, este novo desenho da frente deverá conseguir reações mais positivas do que aquelas que a atual geração conseguiu quando chegou ás concessionárias.

O quadro recebe pequenas inovações , mas outras peças serão totalmente novas: as rodas com novo desenho (possivelmente mais leves para maior agilidade), novo painel de instrumentos e, a maior mudança de todas, garfo “Big Piston” da Showa e novo amortecedor traseiro.

Este novo conjunto de suspensões vai permitir à nova CBR1000 RR Fireblade melhorar sua piotagem. Ainda não se sabe também se a marca vai disponibilizar freios ABS como padrão ou opcional.

Existe uma ausência de botões ou indicadores no painel de instrumentos que mostrem um novo pacote tecnológico que inclua controle de tração, ou outras opções que hoje em dia já são comuns neste tipo de motos.

OBS: A má notícia para os fãs de motos rápidas é sobre a chegada da moto ao Brasil. A Honda afirmou que ainda não tem data para o lançamento da moto no país. Preços também não foram informados pela montadora.

Veja mais da Honda 1000 RR Fireblade 2012 no vídeo abaixo:

 

Fenabrave divulga quais foram os 10 carros e motos e mais vendidos no mês de Agosto de 2011

setembro 2, 2011 Deixe um comentário

Fim de Agosto, início de Setembro e já temos os dados consolidados do volume de vendas do mercado automotivo. E o mês foi interessante, com 327.375 veículos novos emplacados no País. Como já era de se esperar Volkswagen e Fiat continuam firmes nos primeiros lugares. Para se ter uma idéia da distância dos que vêm logo em seguida, se somarmos quanto o Uno ( 2 colocado ) vendeu só no mês de Agosto dá mais do que o terceiro e quarto lugar juntos, representados pelo Celta – 12.554 unidades vendidas e pelo quarto colocado, VW Fox –  11.382 unidades vendidas.

Das 4 marcas mais tradicionais, VW, FIAT, CHEVROLET e FORD, todas elas tem entre os 10 carros mais vendidos no mês pelo menos 1 exemplar. A única “intrusa”da lista é a Renault que vendeu nada menos que 8.693 unidades do modelo Sandero.

No geral o mercado teve desempenhos fortes nas categorias de caminhões e motocicletas na comparação anual, mas mostrando leve recuo em automóveis e aumento de estoques.

Inclusive até um fato corriqueiro, mas curioso: Concessionários fizeram a prática do chamado “rapel” no último dia útil do mês, quando licenciaram carros ainda não vendidos para cumprir metas e garantir bônus com as montadoras. Comprova a manobra o fato de que apenas na quarta-feira, 31, o Renavam registrou 21,4 mil emplacamentos, volume muito superior à média diária de 13,9 mil que vinha sendo mantida no mês até o dia 30.

Embora num ritmo menor do que o visto no início do ano, o movimento ocorreu em meio ao crescimento da economia que tem levado mais consumidores à compra de seu primeiro veículo. Nos primeiros meses de 2011, o mercado chegou a ver altas de dois dígitos nas vendas.

Honda vendeu bem obrigado e ocupa as 4 primeiras colocações no mês de Agosto de 2011

No mercado de motos, as vendas subiram 13,2 por cento sobre julho e 14,4 por cento sobre um ano antes, para 181,4 mil unidades. Enquanto isso, as vendas de 16.442 caminhões foram 5,85 e 24,3 por cento maiores nas mesmas comparações. Já as vendas de carros cresceram 6,3 por cento sobre julho e recuaram 0,44 por cento frente agosto de 2010, para 236,9 mil unidades.No consolidado por marcas, apesar da Honda ter diminuído sua participação geral, as 4 primeiras posições são ocupados respectivamente por:

Honda CG 150 – 44.788 unidades

Honda CG 125 – 37.951 unidades

Honda Biz – 19.960 unidades

Honda NX 150 – 17.989 unidades

Carros mais vendidos em Agosto de 2011

Na semana do dia do motociclista veja os números do mercado de motos no Brasil

Ontem, dia 27 de Julho  foi comemorado no Brasil o Dia do Motociclista. Damos os parabéns a todos que exercem a paixão por motos ou mesmo dependem dela para o dia, como é o caso dos profissionais de transporte, os nossos imprescindíveis “MOTOBOYS”.

A verdade é que sem eles com certeza a sua pizza, o seu contrato, um documento importante que atravessa cidades, nunca chegaria a tempo. Saudamos também aqueles que por paixão e lazer pegam as estradas em motos exclusivas, ornamentadas ou mesmo simplificadas tomam as estradas aos finais de semana, enfeitando suas curvas. E o e-commerce então, o que seriam das entregas de vídeo games, notebooks e aquele perfume comprado para a namorado sem o motociclista.

Motos grandes devem ter vendas recordes

Mas na prática a comemoração mais efusiva mesma ocorre com as fábricas e importadores de motos de um porte maior ou grandes. Pesquisa levantada pelo site Automotive Business descobriu dados relevantes sobre o segmento de alta cilindrada, a ser divulgados pela Abraciclo, entidade que reúne fabricantes de motos.

Entre 2006 e 2010, as motos com cilindrada entre 601 e 950 cc passaram de 6.995 unidades para 15.068, alta de 115,4%.

Neste mesmo período, o segmento de maior volume, entre 101 e 150 cc, passou de 1.074.892 para 1.504.436, alta de 39,9%. Os revendedores BMW por exemplo andam rindo sozinhos. As vendas de suas motos saltaram de 505 unidades em 2006 para 3.507 em 2010, alta de 594,4%.

Nosso mercado é mesmo importante para a marca alemã, já o Brasil é o único país fora da Europa a ter uma linha de produção de motocicletas BMW. Desde 2009, a G 650 GS é montada em Manaus e outros dois modelos além deste entraram em linha por lá, a F 800 R e a F 800 GS (foto). A operação é feita dentro da fábrica da Dafra.

Por causa desses dois modelos recém-nacionalizados, a Caltabiano, quinta maior revenda de motos BMW no mundo, acredita que as vendas cresçam acima de 30% nos próximos meses. “Com a montagem da F 800 R e da F 800 GS e a redução de cerca de 30% do valor das motos, a previsão é de um fim de 2011 bem positivo.”

Revista Motociclismo elege os melhores do ano no Moto de Ouro 2011

abril 1, 2011 1 comentário

Esta semana os leitores da revista Motociclismo elegeram pela segunda vez os modelos Honda CB 300R e XRE 300 nas categorias city (urbana) e trail, respectivamente. A marca de origem japonesa obteve também duas outras vitórias, nos quesitos Melhor Negócio e Publicidade.

A eleição utilizou os votos de mais de 12 mil leitores da publicação, que preencheram um cupom encartado nas edições de outubro e novembro de 2010. BMW, harley Davidson e Suzuki ganharam em outras categorias. Dafra ficou de fora de todos os prêmios.

Confira a seguir outras motos e marcas que tiveram acesso ao Prêmio.

Veja as motos vencedoras do Moto de Ouro 2011:

Modelo
City — Honda CB 300R C-ABS
Trail — Honda XRE 300 C-ABS
Custom — Harley-Davidson Fat Boy Special
Touring — Harley-Davidson Ultra Classic Electra Glide
Esportiva — BMW S 1000 RR
Naked — BMW K 1300 R
Scooter/Cub — Suzuki Burgman 650
Maxitrail — BMW F 800 GS
Moto Verde — Yamaha YZ 450F

Qualidade
BMW

Melhor Negócio
Honda

Emoção
Yamaha

Publicidade

Honda

Cliente Mais Satisfeito
BMW

Conheça um pouco mais do modelo XRE 300 da Honda

A XRE é a irmã maior das NX, precursora das motos urbanas com visual off-road, se bem que ela enfrenta com maior valentia os trechos fora de estrada que seus equivalente de quatro rodas. O assento em dois níveis privilegia o conforto e proporciona o encaixe das pernas junto ao tanque e o guidão permite que o piloto mantenha os braços mais elevados, evitando a fadiga em longos percursos. Para o garupa, além do assento em posição mais elevada, as alças em alumínio tem boa pegada segundo a marca.

O chassi é de duplo berço e a suspensão dianteira vem com garfo telescópico de longo curso e a traseira monoamortecida é do tipo Pro-Link com exclusiva balança de alumínio (Aluminium Swing Arm), cujo objetivo do projeto é obter um pilotagem macia em todas as condições de piso e situações de pilotagem e ainda mantém o pneu traseiro sempre em contato com o solo para ampliar a capacidade de tração.

Contra os amigos do alheio a moto vem com o Sistema Honda de Proteção, composto por shutter-key (fechadura adicional acionada com chave sextavada e combinações magnéticas) e comb-lock (trava do guidão combinada à chave de ignição). O preço do modelo é de R$ 12.890,00 com base no estado de São Paulo e não inclui despesas com frete e seguro.

A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros no:

%d blogueiros gostam disto: