Arquivo

Posts Tagged ‘carros fiat’

Stand da Alfa Romeo no Salão de Genebra terá os novos modelos do Mito e Giulietta

fevereiro 14, 2011 Deixe um comentário

A Alfa Romeo italiana confirmou esta semana com fotos que deverá levar ao Salão de Genebra 2011 em março, as versões 2011 dos modelos Giulietta e MiTo.

O Giulietta, como o da foto acima, é equipado com motor 1.4 turbo de 172 cv, acoplado à transmissão automática de dupla embreagem. Ele vem com sistema start-stop. Um dos carros que estará exposto no salão é personalizado com um pacote Sport Pack que inclui rodas de liga leve de 18 polegadas, saias laterais, bancos revestidos em couro, inserções em alumínio, molduras dos faróis metálicas e interior escuro.

A lista de equipamentos de série inclui o Alfa DNA, sistema de controle dinâmico do veículo, seis airbags, cintos de segurança dianteiros com duplo pré-tensores, entre outros itens de segurança.


A outra versão do Giulietta que estará em Genebra será a topo de linha Quadrifoglio Verde 1750 TBi, com motor 1.8 turbo alimentado por injeção direta, que desenvolve 238 cavalos de potência e 34,6 kgfm de torque.


Já o compacto MiTo foi totalmente renovado. Ela tem agora novas opções de cores externas e internas, além de uma extensa lista de equipamentos opcionais e uma versão Quadrifoglio equipada com motor 172 cv de quatro cilindros.

Para torná-lo mais atraente, o MiTo Quadrifoglio vem com um novo sistema de som, retrovisores maçanetas e molduras dos faróis cromados e rodas de liga leve opcionais de 18 polegadas. O modelo chega ao mercado europeu em abril.

Siga o Blog Contagiros no:


Anúncios

Resultados da Fiat em 2010 surpreendem e a empresa poderá até aumentar participação na Chrysler

janeiro 28, 2011 Deixe um comentário

Sede da Fiat em Turim na Itália

A Fiat teve um ano de ouro ano passado. prova disso forma os Resultados de Vendas apurados pelo Grupo Fiat  em  2010,  superando todos os objetivos e surpreendeu os analistas. A receita bruta de € 56,3 bilhões representou uma evolução de 12,3% em relação a 2009. O lucro da gestão ordinária dobrou, para € 2,2 bilhões (€ 1,1 bilhão em 2009), com margem sobre a receita de 3,9% (2,1% em 2009) e contribuição positiva de todos os setores. O lucro líquido foi de € 600 milhões (houve prejuízo de € 848 milhões em 2009).

Os resultados foram divulgados ontem dia 27, em Turim, Itália, pelo CEO do grupo, Sergio Marchionne, que também apresentou os principais objetivos para o exercício deste ano.

Os resultados referem-se ao desempenho do Grupo antes da divisão em duas companhias – Fiat S.p.A (atividades automobilísticas) e Fiat Industrial, que congrega as fabricantes de veículos industriais, como tratores e caminhões. A cisão passou a vigorar a partir deste ano, quando foram iniciadas as negociações na Bolsa de Milão.


Segundo o comunicado da empresa, outros indicadores que apresentaram desempenho favorável foram o endividamento líquido industrial, que ficou em € 2,4 bilhões(€ 4,4 bilhões no fim de 2009) e a liquidez financeira, que foi elevada para € 15,9 bilhões (€ 12,4 bilhões em 2009).

O Grupo também confirmou os objetivos financeiros fixados para os diversos negócios no Plano 2010-2014 apresentado em abril de 2010. Para 2011, Fiat e Fiat Industrial fixaram os seguintes objetivos:

• Receitas de cerca de € 37 bilhões para a Fiat e de cerca de € 22 bilhões para Fiat Industrial.

• Lucro da gestão ordinária entre € 0,9 bilhão e € 1,2 bilhão para a Fiat e de € 1,2 bilhão a € 1,4 bilhão para Fiat Industrial.

• Endividamento líquido industrial de € 1,5 bilhão a 1,8 bilhão para a Fiat e de € 1,8 bilhão a € 2,0 bilhões para a Fiat Industrial.

Setor automobilístico

As receitas da Fiat sem o setor industrial foram de € 35,9 bilhões, com crescimento anual de 9,8%. Considerando-se apenas o Fiat Group Automobiles (FGA), as receitas atingiram€ 27,9 bilhões, 6% acima do faturamento anterior. O volume de veículos distribuídos foi de 2.081.800 entre automóveis e veículos comerciais leves, com queda de 3,2% sobre o número de 2009.

O grupo ressalta que houve redução da participação no mercado europeu, principalmente na Itália e Alemanha, mas a Fiat Automóveis manteve a liderança no mercado brasileiro, com participação de 22,8%. As marcas esportivas e de luxo tiveram crescimento significativo no ano, com crescimento de 7,9% na Ferrari, para 1,9 bilhão de euros, e de 30,8% na Maserati, para 0,6 bilhão de euros. Já os setores de componentes e sistemas de produção tiveram receitas de 10,9 bilhões, com crescimento de 23,6% sobre 2009.

Fiat Torino, o primeiro carro a ser produzido pela Fiat

O lucro da gestão ordinária (trading profit) da Fiat sem o setor industrial foi de € 1,1 bilhão, em comparação com o resultado de € 376 milhões em 2009. O FGA obteve resultado positivo de € 607 milhões (€ 470 milhões em 2009), com crescimento atribuído à melhoria do mix de produtos vendidos e dos mercados atendidos, com significativa melhoria da demanda por veículos comerciais leves e a relevante contribuição das vendas no Brasil, além dos ganhos obtidos nos processos industriais (World Class Manufacturing) e na eficiência em compras.

O relatório destaca também que os negócios de componentes automotivos e sistemas de produção quase triplicaram o resultado da gestão ordinária, para 249 milhões de euros (crescimento de 160 milhões de euros frente ao resultado de 2009), devido principalmente aos maiores volumes de vendas e à melhoria do mix de produtos.

Evolução no faturamento e lucro e a reflexão das melhorias nos carros como o Fiat 147 fabricado no Brasil

Fiat Industrial

As receitas para as operações da Fiat industrial, se consideradas em separado ao longo de 2010, foram de € 21,3 bilhões, um crescimento de 18,8% sobre 2009. O setor de máquinas agrícolas e de construção (CNH) registrou receitas de € 11,9 bilhões. O crescimento foi de 17,8% sobre o ano anterior (ou de 12% se contabilizado em dólar), impulsionado pela maior demanda de máquinas agrícolas devido ao aumento dos preços globais das commodities agrícolas, além da consistente recuperação da demanda por máquinas de construção, especialmente nos mercados das Américas do Norte e do Sul e na área da Ásia do Pacífico.

A Iveco registrou receitas de € 8,3 bilhões de euros, com crescimento de 15,6%. Os volumes distribuídos cresceram 24,8%, para 129.630 unidades, com aumento de 52,4% na região da América Latina, de 41,6% na Europa Oriental e de 17,3% na Europa Ocidental, onde, entretanto, as vendas permanecem modestas em comparação aos níveis pré-crise. Já a FPT Industrial realizou receitas de € 2,4 bilhões de euros, 52,8% acima do faturado em 2009.

O lucro da gestão ordinária para Fiat Industrial aumentou significativamente, para € 1,1 bilhão (€ 322 milhões em 2009). CNH registrou um resultado de € 755 milhões (€ 337 milhões em 2009), devido aos maiores volumes de vendas, maior utilização da capacidade instalada nas Américas e melhoria do mix de produtos e preços. A Iveco registrou lucro operacional de € 270 milhões (€ 105 milhõesem 2009), como resultado principalmente dos maiores volumes de vendas e de maior eficiência produtiva. FPT Industrial, por sua vez, registrou lucro da gestão ordinária de € 65 milhões, uma diferença positiva de € 196 milhões sobre o resultado obtido no ano anterior em consequência do crescimento significativo dos volumes vendidos.

Aumento na participação acionária da Chrysler

Segundo informou o site AUTOMOTIVE BUSINESS esta semana, Sergio Marchionne, CEO, disse que a Fiat SpA possui também dinheiro suficiente para elevar a participação no Grupo Chrysler até 51% no final do ano. O primeiro passo será chegar ao patamar de 35% (contra os 25% atuais).

A Fiat anunciou ter € 15,9 bilhões em recursos no final do ano passado, uma evolução de 28% sobre dezembro de 2009. Analistas estimam que a empresa poderá pagar entre US$ 900 milhões e US$ 4,4 bilhões para adquirir os 16% necessários para chegar aos 51%.

Neste mês de janeiro a montadora italiana elevou em 5 pontos percentuais a participação na Chrysler, chegando aos atuais 25%, depois de ter sido aprovado seu plano de construir uma fábrica de motores em Dundee, Michigan. O segundo passo exigido para o avanço da Fiat será a Chrysler registrar um total de US$ 1,5 bilhão em vendas fora da América do Norte e obter a concordância de 90% dos distribuidores da marca italiana da América Latina em comercializar produtos da Chrysler.

O terceiro desafio requer o desenvolvimento de um carro compacto, sobre plataforma Fiat, que tenha consumo de 40 mpg.

Siga o Blog Contagiros no:

Confira imagens da nova versão do Punto Essence 1.6 16V Dualogic

A montadora Fiat acaba de lançar a oitava versão da linha Punto, a Essence 1.6 16V. O novo Punto Essence 1.6 está equipado com câmbio Dualogic, piloto automático, retrovisores externos elétricos, chave canivete com telecomando de abertura/fechamento das portas e vidros entre outros itens de série.

Com isso a montadora chega ao número ( bem elevado de modelos) de sua linha 2011 com oito versões: Attractive 1.4, Essence 1.6 16V, Essence 1.6 16V Dualogic, Essence 1.8 16V, Essence 1.8 16V Dualogic, Sporting 1.8 16V, Sporting 1.8 16V Dualogic, e a esportiva T-Jet, equipada com motor turbo 1.4 TJet.

No conjunto do seus opcionais, podemos encontrar rádio MP3 integrado ao painel com RDS + Blue&Me™, rodas de liga leve 16” e spoiler na tampa traseira, piloto automático, retrovisores elétricos, ar-condicionado, computador de bordo, faróis de neblina, além de outros equipamentos.  e sensor de proximidade no para-choque traseiro. De acordo com a montadora, o Punto 1.6 possiu 117 cavalos com etanol, acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos e consegue atingir 182 km/h.

O modelo já tem preço definido e começa a ser vendido a partir de R$ 47.350. Já a versão com câmbio manual de cinco velocidades sai por R$44.630,00.

Siga o Blog Contagiros no:

 

 

Fiat lança Strada Sporting 1.8 16V Cabine Estendida – preço começa em R$45.900

dezembro 24, 2010 1 comentário

A Fiat esperou ontem dia 23 de Dezembro para o lançamento oficial da versão do mercado brasileiro da  Strada Sporting 1.8 16V Cabine Estendida. Depois de esconder o modelo até no salão do automóvel de 2010, a marca talvez numa estratégia de espera dos concorrentes autorizou as concessionárias a venderem o modelo.

O visual diferenciado é composto pelos faróis biparábola com máscara negra; minissaias laterais, molduras nas caixas de roda e spoiler dianteiro na cor do veículo; rodas de ligas leve com desenho exclusivo calçadas com pneus 185/55 R16; capa dos retrovisores externos, barra do teto, grades dianteiras e acabamento dos faróis de neblina, todos na cor Dark Shadow; mais faixas e protetores de soleira com a logomarca Sporting.

Na traseira infelizmente os faróis no estilo panetone, que eu particularmente não gosto continuam. ( Será que no modelo novo do palio 2012 eles continuarão assim?)

Na parte interna, o apelo esportivo é formado pelo volante em couro com costura vermelha, bancos com tecidos exclusivos da versão, cobertura do freio de mão e alavanca do câmbio com costura vermelha, painel de instrumentos grafismo diferenciado, cintos de segurança na cor vermelha, cobertura esportiva nos pedais, mais tapetes em carpete com inscrição Sporting.

A picape Strada Sporting chega equipada com o motor E.TorQ 1.8 16V de 130 cv (gasolina) e 132 cv (etanol) e torque de 18,4 kgfm (gasolina) e 18,9 kgfm (etanol), ambos a 4.500 rpm. Segundo a marca, a área de engenharia trabalhou para obter um acerto mais esportivo, com ajustes no motor e câmbio. O conjunto recebeu uma nova relação do diferencial (3,867) e nova calibragem na suspensão (amortecedores e molas).

De série, a Strada Sporting traz ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento, trava elétrica, volante com regulagem de altura, follow me home, janela traseira corrediça, protetor de caçamba, porta-óculos, estepe com roda de liga leve 16” mais parafuso antifurto, entre outros.

A novidade entre os itens opcionais se mostram em itens bem interessantes como os sensores de chuva e crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, retrovisores externos elétricos, teto solar, capota marítima, fixação do estepe no interior da cabine estendida, rádio Connect CD MP3/WMA integrado ao painel com RDS, viva-voz Bluetooth® e entradas USB / Ipod, além do HSD (High Safety Drive) composto por airbag duplo + freios com ABS.

O preço da Strada Sporting 1.8 16V Cabine Estendida segundo dois concessionários consultados ficará a partir de R$ 45.900,00.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Siga o Blog Contagiros no:

Fiat poderá ter investimentos de até R$ 2 bilhões em fábrica em Recife

dezembro 10, 2010 Deixe um comentário

O site Automotive Business recebeu a notícia com exclusividade, ontem quando a Fiat Automóveis confirmou ao jornalista Pedro Kutney, nesta quinta-feira à noite, que está negociando com o governo de Pernambuco a construção de uma fábrica na região.  Se a informaçào realmente for adiante será mais uma prova da confiança das marcas automotivas no país e quem sabe na força futura tanto de vendas internas quanto de exportações, já que em Recife existe um porto e que poderia dar vazão a mercados internacionais na África por exemplo ou mesmo Europa, além é claro de países do Oriente Médio.

A assessoria de imprensa da fabricante de veículos não deu maiores detalhes sobre a operação mas sabe-se que o presidente Lula poderá estar em Recife na próxima terça-feira, quando o anúncio formal da nova fábrica da Fiat seria feito. Notícias de bastidores informam que será uma fábrica de porte, que exigirá US$ 1 bilhão a US$ 2 bilhões em aplicações e deve levar a Pernambuco também um número expressivo de fornecedores. O modelo adotado deve ser similar ao da GM em Gravataí, RS, ou ao da Ford em Camaçari, na Bahia, com empresas de autopeças e sistemistas agrupados ao redor da fábrica.

Os recursos para o empreendimento fazem parte dos R$ 10 bilhões já anunciados pelo grupo Fiat no País nos próximos quatro anos, dos quais 70% serão destinados à operação em Minas Gerais, incluindo automóveis, caminhões (Iveco), máquinas agrícolas (CNH), motores (FPT) e autopeças (Marelli).

Como os benefícios especiais na região são válidos apenas para empresas já inscritas no programa, a Fiat adquire por meio da Magneti Marelli a TCA, fabricante de chicotes elétricos instalada no município desde a década de 1960.

A intenção da Fiat foi confirmada por alguns de seus fornecedores, reunidos para o encontro de confraternização de final de ano na noite desta quinta-feira, 9. Quase ao mesmo tempo a notícia surgiu no Portal Exame. O jornalista Pedro Kutney já havia obtido durante o dia sinais de que a decisão deveria ser concretizada a curto prazo, em tempo do presidente Lula fazer o anúncio em seu governo.

A Fiat deve aproveitar a infraestrutura do complexo portuário de Suape, onde a General Motors inaugurou em maio a central logística no Complexo Industrial e Portuário Governador Eraldo Gueiros (Porto de Suape), em Ipojuca, PE, a 57 quilômetros de Recife. O objetivo é receber veículos importados para armazenagem e distribuição a 14 estados do nordeste e norte do Brasil.

Embora o presidente da GM para a América do Sul, Jaime Ardila, tenha reconhecido o grande potencial de crescimento de Pernambuco não levou adiante o sonho do governo local de ter uma montadora de veículos. Agora, com a Fiat, as coisas devem mudar de figura.

Incentivos fiscais

A iniciativa da Fiat no Nordeste deve aproveitar o programa de incentivos fiscais para instalação de indústrias de veículos, autopeças, caminhões e tratores no Centro-Oeste, Nordeste e Norte, ampliado para investimentos em pesquisa e desenvolvimento.

Para estender o uso do chamado crédito presumido do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) pelo setor, a Medida Provisória nº 512, publicada no Diário Oficial da União, autoriza a apresentação de novos projetos de inovação tecnológica por parte de empresas instaladas nessas três regiões ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), até o dia 29 de dezembro deste ano.

Pelo mecanismo, que já existe para projetos antigos e que foi ampliado em meados deste ano até 2015, as companhias habilitadas podem compensar parte dos pagamentos das contribuições de PIS e Cofins por meio de créditos de IPI obtidos nas vendas no mercado interno, desde que destinem ao menos 10% do valor do crédito gerado a investimentos nas áreas de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.

 

Confira as novidades do stand da Fiat, líder em vendas no país

outubro 28, 2010 Deixe um comentário

Nem parece o novo Uno, na versão conversível lateral e traseira ficaram interessantes, só a frente deixou a desejar

A Fiat, líder de vendas no Brasil, é uma das marcas que mais novidades traz para o Salão do Automóvel 2010, que abriu para suas portas oficialmente ontem dia 27 de Outubro. Entre os 30 modelos no estande da marca os destaques são a versão Sporting do Uno e o novo hatch médio Bravo, que já havia sido anunciado, mas só agora – três anos após a estréia na Europa – foi apresentado no Brasil pela marca. Como de praxe, a líder do mercado nacional destaca também os protótipos e traz na edição 2010 do Salão o FCC III ou Fiat Mio e dois conceitos do Uno: um mais verde (Ecology) e outro conversível (Cabrio).

No stand da marca a apresentaçao dos modelos coube a Lelio Ramos, diretor comercial da Fiat Automóveis, que  comandou a apresentação dos produtos da empresa durante a coletiva de imprensa no Salão do Automóvel. Cledorvino Belini, presidente para a América do Sul, assistiu tudo, junto com diretores e gerentes da empresa.

Com o FCC III a fabricante mostra o novo caminho para desenvolver seus carros (já usado com o Novo Uno) de forma interativa com o consumidor por meio da Internet – no caso o portal http://www.fiatmio.cc. O carro traz elementos que enaltecem a visão sustentável e a conectividade, destacadas no estande em monitores multitouch que mostram a trajetória do projeto dos desenhos ao protótipo. Em um auditório o público também assistirá a um filme sobre o carro-conceito e será convidado a responder um quiz interativo sobre o Mio.



De forma semelhante serão mostrados o Uno Concept Ecology e o Uno Concept Cabrio. O Ecology foi apresentado no lançamento do Novo Uno e tornou-se um dos destaques do Michelin Challenge Bibendum 2010. O modelo que carrega em sua estrutura soluções que tornam um carro mais ecológico, mais sustentável, e com impacto ambiental abaixo da média. Já o Cabrio utiliza a carroceria de duas portas e sugere um veículo esportivo, jovem, e ao mesmo tempo, sofisticado.

Fiat Uno conversível com equipamentos e uma super modelo para chamar a atenção

O Bravo está próximo do mercado, com o final da produção do Stilo. Com seu desenho caracterizado pelo “family feeling”, promete ser referência em novas tecnologias no mercado nacional e será equipado com os motores E.TorQ 1.8 16V Flex e 1.4 16V Turbo, que traz o conceito de downsizing e equipa os Fiat Punto e Linea.


O Uno Sporting também chegando às concessionárias com o novo motor Fire 1.4 Evo, aparece no Salão ao lado do Punto, que estreou os motores E.TorQ 1.6 e 1.8 de 16V, também utilizados na família Palio, Doblò, Linea e Idea. O monovolume exibe na traseira as novas lanternas iluminadas por LEDs, uma novidade lançada pela Fiat. A linha Adventure também está em exposição.

Ficha Técnica
Motor: 4 cilindros em linha, 1368 cm3
Potência: 88 cv (etanol) / 85 cv (gasolina) a 5750 rpm
Torque: 12,5 mkgf (etanol) / 12,4 mkgf (etanol) a 3500 rpm
Câmbio: manual de 5 marchas, tração dianteira
Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,8 seg. (etanol) / 11,1 seg. (gasolina)
Velocidade máxima: 172 km/h (etanol) / 170 km/h (etanol)
Dimensões: comprimento 377 cm, entre-eixos 237 cm, altura 149 cm, largura 163 cm
Peso: 925 kg

Não faltou o charmoso Cinquecento, com o qual a Fiat quer conquistar a América, a partir da produção no México. O modelo está sendo testado na Europa com o motor bicilíndrico da FPT, que desenvolve até 105 cavalos.

O estande da Fiat mostra também o Linea T-Jet com motor 1.4 turbo da FPT, equipado com kit de competição da Abarth italiana. A potência original de 152 cavalos salta para 215 cavalos.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Fiat divulga em site para imprensa mais informações sobre o lançamento do Bravo

outubro 21, 2010 1 comentário

Foto do Fiat Bravo Absolute

Faltam poucos dias para os brasileiros finalmente conseguirem ver ao vivo e a cores um dos mais aguardados lançamentos da marca que desde 2008 encontrava-se em testes, sempre escondido entre camuflagens como mostra o link, o Fiat Bravo

Agora a Fiat resolveu abrir as primeiras imagens dos modelos do Bravo que serão mostradas no Salão do Automóvel 2010, modelo este que   que entra no lugar do Stilo, cujas últimas unidades foram fabricadas no final de setembro.

Pelas imagens é possível notar que a novidade será vendida em três versões: T-Jet 1.4 turbo, Essence e Absolute, ambas com motor 1.8 E.torQ de 132 cavalos. A primeira versão de apelo esportivo tem como detalhes interessantes as pinças de freio pintadas de vermelho e o overboost, recurso usado para aumentar um pouco o torque do motor e mudar o ajuste da direção.

Além disso, o sistema de câmbio automatizado estará disponível na versão Absolute.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

%d blogueiros gostam disto: