Arquivo

Archive for the ‘Recall de Carros & Motos’ Category

Carros da Série 5 e Série 6 da BMW tem recall marcado para início de maio

Bmw série 5 security passará por recall

Nem os carrões tem escapado de passar por os temidos recalls. Afinal vamos ser francos, se a montadora chegou ao ponto de fazer um recall e divulgá-lo na imprensa é porque realmente existe algo a ser substituído ou trocado.

Com a BMW não foi diferente. A marca divulgou ontem no Brasil nesta terça-feira, 10, que fará recall de veículos Série 5 e Série 6 produzidos entre março de 2003 e junho de 2010, devido a um problema no conector do cabo da bateria no assoalho dos carros. Os reparos poderão ser feitos a partir do dia 2 de maio e, se necessário, a empresa vai substituir a capa de proteção que cobre o ponto de fixação do conector, informou a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP).

Saiba quais foram os modelos da BMW envolvidos no recall da marca que começa no dia 02 de maio de 2012 no Blog ContaGiros

Anúncios

Novo Cobalt da GM nem bem começou a ser vendido e já tem recall marcado

dezembro 16, 2011 Deixe um comentário

O Cobalt da GM, chegou a poucas semanas de verdade ao mercado e parece ter começado com o pé esquerdo. A GM divulgou nota informando que o modelo passará por um recall por problemas no pedal do freio, que pode ter seu funcionamento comprometido. Seus proprietários devem comparecer a uma concessionária da marca para troca da peça.

TODOS os modelos do Cobalt produzidos de  que foram produzidos entre 17 de novembro e 10 de dezembro, somando 2.108 unidades, devem participar.

No entanto somente  770 unidades já teriam sido entregues aos clientes, enquanto outros 164 fazem parte da frota de uso da GM – as demais 1.174 unidades estão nas concessionárias em processo de faturamento, e serão entregues aos futuros compradores com o pedal de freio já substituído.

A General Motors do Brasil oferece o telefone 0800-7074200 para mais informações, ou através de seu site www.chevrolet.com.br

Acompanhe o ContaGiros nas Redes Sociais:

 

 

Mega recall da Honda começa ainda em Agosto, mas Brasil será pouco afetado

Modelos Honda Accord LX 2.4 ano-modelo 2005 automáticos deverão comparecer as concessionárias para o recall no Brasil

A Honda anunciou um dos maiores recalls de sua história e envolve nada menos que  2,26 milhões de veículos. A convocação envolve parte das linhas do Accord, do CR-V e do Element (este último não vendido aqui). Nos Estados Unidos, 1,5 milhão de unidades foram chamados. No Brasil, contudo, apenas 390 unidades fazem parte do recall.

Todas são do sedã Accord LX 2.4 ano-modelo 2005 com transmissão automática. Os proprietários devem comparecer a partir de 10 de agosto a qualquer concessionária Honda para reprogramar a unidade de controle eletrônico do veículo (ECU). Os veículos envolvidos no recall vão dos números de chassi 3HGCM56305G500001 a 3HGCM56305G500390.

A reprogramação é necessária pois, caso o condutor faça repetidamente a mudança da alavanca seletora da transmissão entre as posições R (marcha à ré) e D (condução à frente) com a rotação do motor ainda elevada, além das rodas em movimento, a ação poderá forçar um dos rolamentos da transmissão, provocando sua quebra.

Essa situação poderá provocar a movimentação do veículo estacionado, caso o freio de estacionamento não esteja acionado e, em situações extremas, acarretar a parada do motor durante a condução, ambas levando a risco de colisão.

A Honda recomenda o agendamento do reparo pelo site www.honda.com.br/recall. Outras informações podem ser obtidas no 0800 775-5346, de segunda a sexta, das 8 às 18 horas.

Os CR-V trazidos pela Honda ao Brasil escaparam da convocação. Apenas as versões com motor 2.4 vendidas entre 2007 e 2010 foram convocadas.

Alguns anos do modelo Element da Honda também deverão comparecer, mas só lá fora.


Ford convoca proprietários de F150 nos EUA para recall

Caminhonetes da Lincoln mark LT também farão parte do recall

Ford anunciou, nos Estados Unidos, a realização de um recall envolvendo 1,2 milhão de exemplares da F-150. Segundo a marca, as unidades podem apresentar problema no acionamento dos airbags, oferecendo riscos aos passageiros em casos de acidente. O problema afeta modelos feitos entre 2004 e 2006 e inclui a Lincoln Mark LT, sua irmã de projeto.

Em nota, a Ford anunciou que pode haver curto-circuito na fiação do sistema que ativa as bolsas infláveis. Assim, os airbags podem ser acionados sem necessidade, causando lesões nos passageiros. O problema seria causado por um desgaste prematuro no componente, que deve ser trocado caso haja necessidade. Segundo o fabricante, a luz-espia no painel alertaria ao motorista, por um longo período, a necessidade de verificação do sistma de airbags.

Fonte: Auto Diário

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros no:

Volkswagen comunica recall de pelo menos 70.000 Jettas nos EUA

A Volkswagen América anunciou recall voluntário de 71.043 automóveis Jetta para reconfigurar a rede elétrica do sistema de alarme contra roubo e da buzina. A porta-voz da empresa informou que uma falta de energia elétrica na buzina pode, em casos raros, desconectar a eletricidade para a caixa de conversão. Esta desconexão, em caso extremo, pode levar o motor a parar.

O recall atinge veículos Jetta sedã fabricados entre março de 2010 e março de 2011 e não há relatos de acidentes ocasionados pelo problema, disse a empresa. As informações são da Dow Jones.

Segundo a fabricante o modelo que está chegando ao país já teria o problema corrigido de fábrica.

Veja abaixo como será o Novo Jetta que chega ao Brasil em poucos dias

A nova versão do Sedã Jetta promete trazer polêmica entre os fãs da marca, já que a Volkswagen trará o modelo com motor menos potente em relação à versão mais antiga. O Jetta deve chegar às concessionária a partir de R$ 65 mil, podendo chegar a R$ 85 mil, de acordo com suas versões, desde a mais básica até a mais completa.

O sedã chegará com duas opções de motores: 2.0 litros, 8V Flex e 2.0 litros turbo, com câmbio automatizado de seis marchas. De acordo com a Volkswagen, o novo Jetta é baseado na plataforma de conceito Compac Coupe (NCC), que é a principal novidade do modelo.

O Jetta virá com sistema start-stop, que desliga o motor quando o carro para e liga automaticamente, quando solicitado. O carro parte de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos, seguindo até uma velocidade máxima de 210 km/h.

Por fora, o Jetta não sofreu grandes mudanças em suas linhas, que continuam tradicionais. A traseira teve algumas mudanças, mas a parte frontal quase não sofreu alterações.

O modelo deve chegar no mercado para competir com o Honda Civic e com o Toyota Corolla.

Versão anterior do Jetta

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros no:

Recall do novo Civic e de modelos da Hyundai nos EUA

 

Já virou rotina falarmos de recalls, mas o interessante da notícia é o fato de que, nem bem o ano começou e os proprietários de Hondas Civics americanos já tenham de voltar as concessionárias, isso porque o modelo em questão seria o Civic 2011 . Não só eles, felizes proprietários do modelo Elantra da Hyundai também vão fazer um pit stop.

A Honda anunciou ontem , quinta-feira (17) o recall de 21.700 unidades do Honda Civic 2011 devido ao risco de vazamento de combustível em caso de capotamento. A convocação envolve veículos fabricados e vendidos nos Estados Undios (18 mil unidades) e no Canadá (3.600). Porém a  assessoria de imprensa da Honda confirmou que o chamado não inclui o Brasil.

Segundo a montadora japonesa, há a chance de uma válvula rachar com o capotamento, permitindo o vazamento de gasolina pelo escapamento. Segundo a fabricante, não foi registrado nenhum acidente relacionado ao problema. A Honda diz que cerca de 1% dos veículos convocados tem o risco de apresentar a falha.

Em fevereiro passado, a Honda convocou quase 700 mil unidades dos modelos Fit/Jazz e City em diversos países – mas não no Brasil – para reparar um defeito no motor que podem provocar paralisação e dificuldades na partida do veículo.

Do lado da Hyundai, a marca  está fazendo recall de 285 mil modelos do Elantra nos Estados Unidos e em Porto Rico, após constatar defeitos nos sistemas de airbag do lado do passageiro e do motorista, que podem não abrir em caso de acidentes ou se inflar com força desproporcional.

O recall, previsto para começar em abril, irá afetar os veículos fabricados entre os anos de 2007 e 2009. São dois problemas diferentes para o mesmo veículo, portanto a Hyundai está fazendo dois recalls.

Cerca de 96 mil veículos anos 2007 e 2008 podem apresentar uma interferência eletrônica que faz o airbag do motorista abrir com força excessiva, mesmo se o sensor detectar que o voltante está próximo ao sistema de segurança. A airbag se enche de acordo com a distância entre o motorista e o volante.

O segundo recall vale para mais de 190 mil veículos fabricados entre 2007 e 2009. O sensor do airbag pode desativar de acordo com o peso do passageiro. O problema também pode fazer com que o sistema de segurança não seja acionado em acidentes ou fazer com que o airbag se abra quando não é necessário.

Siga o Blog Contagiros no:

Honda faz recall do Fit em vários países, número pode chegar a 1,35 milhões de unidades

dezembro 16, 2010 Deixe um comentário

Mais um modelo de carro entra novamente na onda do recall e mais uma vez será um modelo da Honda. A montadora japonesa deve fazer o recall de 1,35 milhão de automóveis Fit, incluindo 621 mil fora do Japão, para consertar um defeito nos faróis. Segundo a companhia, uma falha na instalação elétrica pode impedir que o farol baixo se acenda.

Uma porta-voz da Honda afirmou que nenhum acidente foi registrado em consequência do defeito, mas a empresa informou ao Ministério de Transporte do Japão 130 casos relacionados ao problema.

Os automóveis Fit em questão foram produzidos na fábrica da Honda em Suzuka, no Japão, entre novembro de 2001 e outubro de 2007. Cerca de 385 mil unidades foram exportadas para a Europa. O modelo também foi enviado para Estados Unidos, Ásia, Oriente Médio e África, segundo a porta-voz. Não foi anunciada a necessidade de recall no Brasil. As informações são da Dow Jones.

Mesmo assim eu particularmente acredito que deve ter problemas sim em modelos vendidos no Brasil, pois tenho uma pessoa próxima que vivia tendo que bater na peça de acrílico para que o farol baixo ficasse aceso. Se vale a dica era o farol do lado do motorista. Mais algum proprietário de modelos Fit também tiveram problemas. Comente e exponha sua dúvida. Quem sabe alguém da Honda nos lê e resolve o problema?

Siga o Blog Contagiros no:

 

%d blogueiros gostam disto: