Início > Autos Carros GM, Lançamentos Previstos, Notícias de Autos, Motos e Acessórios, Notícias do Setor Automotivo, O que tem de Novo?, Picapes > GM lança nova versão da Montana no estilo Ágile mirando a concorrência da Saveiro e da Strada

GM lança nova versão da Montana no estilo Ágile mirando a concorrência da Saveiro e da Strada

 

Nova Montana - na frente cópia fiel ao Ágile e fim da era Corsa

 

A General Motors lançou  semana passada oficialmente a nova geração da picape compacta Chevrolet Montana, que agora como linha 2011 abandona a linhagem da família Corsa e passa a ser derivada do Agile. Oferecida em duas versões e apenas com motor 1.4 Econo.Flex de 102 cavalos, a pi­­cape está com o preço inicial de R$ 31.990 e, diferente do hatch que é fabricado na Argen­tina, a nova Montana é feita no Brasil, na unidade de São Caetano do Sul (SP).

O modelo de entrada, LS, sai de fábrica com para-choque na cor da carroceria, rodas de aço de 14 polegadas, regulagem de altura do banco do motorista, protetor de caçamba e de cárter. A con­­figuração mais simples pode ser equipada com vidros, travas e re­­trovisores elétricos, computador de bordo, ar-condicionado e direção hidráulica por R$ 39.939.

A nova geração mantém a opção Sport como top de linha. Com preço sugerido de R$ 44.040, a versão acrescenta ao pacote de série freios ABS, air bag duplo, pi­­loto automático, luzes de neblina, rodas de 15 polegadas e sistema de som com entrada auxiliar e USB.

Da geração anterior, a nova Montana herda apenas o nome e o degrau na lateral para acesso à caçamba que passa a ter 1,64 m de comprimento, o que, segundo a fabricante, eleva a capacidade de carga para 758 kg e, em volume, para 1.100 litros.

 

Que me desculpem os designer da Montana, mas depois do Panetone da Strada, o queixo caído da Montana

 

Um pouco mais da Nova Montana

As dimensões da carroceria também sofreram alterações. Agora são 4,51 metros de comprimento, 1,70 metro de largura e 1,58 metro de altura. O vi­­sual foi totalmente redesenhado e é caracterizado pela dianteira do Agile, com para-choque mais “musculoso”, e a tampa traseira menor para não prejudicar a visibilidade. Já a cabine é idêntica ao do ‘primo’, com o mesmo quadro de instrumentos, volante, painel e assentos. Atrás dos bancos é possível carregar 164 litros.

O mo­­tor de 102 cv e 13.5 kgfm de torque possui 3 cv a menos que a geração anterior e 1 kgfm a mais de torque. O bloco é o mesmo, mas de acordo com a marca, teve de ser adaptado às novas di­­men­­sões da picape. Outra mu­­dança, desta vez em relação ao hatch, é a alteração da relação da primeira e quinta marcha do câmbio manual.

Do ponto de vista do motorista, a Montana 2011 é quase que totalmente um Agile: a posição de direção é mais alta do que no modelo anterior, sobretudo pela possibilidade de ajuste de altura do assento do banco, e permite uma melhor visibilidade.

Mais Detalhes

A amplitude da área envidraçada lateral e traseira, os 17 cm de altura livre para o solo e o recorte da tampa traseira, mais baixa que a borda da caçamba, ampliam essa sensação de controle visual do ambiente. E, no modelo completo, a oferta de equipamentos proporciona uma boa habitabilidade e ótima sensação de controle.

O motor 1.4 Econo.Flex mostra que pode dar conta do recado. O propulsor imprime um bom ritmo aos 1.152 kg da versão Sport, mas não chega a confirmar o sugestivo sobrenome. Segundo a GM, a aceleração até os 100 km/h se dá em 12,1 segundos e a velocidade máxima fica nos 170 km/h, com etanol.

O interior, apesar de trazer peças plásticas em formatos mais ousados e detalhes no painel que imitam aço escovado, certamente não agradará aos mais exigentes.

Com este novo modelo, a GM espera melhorar sua capacidade de enfrentar as rivais Fiat Strada, Volkswagen Saveiro e a decana Ford Courier, bem como a novata Peugeot Hoggar. O diretor de marketing, Gustavo Colossi, fala em crescimento de 15% na participação de vendas do segmento, vendendo 3.500 unidades ao mês, durante o ano inicial de lançamento.

 

Interior é igualzinho ao do novo Ágile com pequenas mudanças de acabamento

 

Fonte: Gazeta do Povo

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: