Início > Autos Carros Nissan, Carros Nacionais, Carros Sedã, Lançamentos Previstos, Notícias de Autos, Motos e Acessórios, Notícias do Setor Automotivo, O que tem de Novo? > Versa da Nissan tem apresentação oficial antes da chegada as concessionárias em Novembro

Versa da Nissan tem apresentação oficial antes da chegada as concessionárias em Novembro

Mais uma vez a Nissan prepara terreno para um de seus lançamentos mais aguardados pelo público e pela própria empresa. Trata-se do Versa, sedã médio que chega para brigar forte com carros como Siena, Voyage e o Ford Fiesta brasileiro. Esta semana durante evento que teve a participação da gerente de marketing e produto da companhia, Ana Serra, várias informações úteis para o mercado foram colocadas a imprensa.

Com relação a preços Versa começa em R$ 35.490 na versão S e traz direção elétrica e airbags para motorista e passageiros e segundo a montadora que já tem um slogan bem criativo, “Agora todo mundo pode ter um Sedã japonês”.

Segundo Ana Serra, Cinquenta por cento do público alvo da montadora atualmente vêm de hatches como Gol e outros modelos 1.0, 1.6 e que tinham a intenção de partir para um sedã.Esses usuários desejavam mais acessórios, mais segurança como airbags, por exemplo. No que diz respeito a portfólio de produtos de carros, a  Nissan cobria 23% do mercado. Com o March ela passou a 65%. Agora com o Versa cobre 83% dos segmentos.

O Versa vendido por aqui será idêntico ao vendido no mercado externo e a montadora não precisou de nenhuma alteração na concepção do carro para importá-lo. Numa breve análise podemos dizer que ele não é  tão simples quanto o Chevrolet Classic nem tão sofisticado quanto o Ford New Fiesta.

A representante da montadora inclusive não descartou a produção futura de um Versa com o motor 1.0 que já equipa o March. Existe também a possibilidade da montagem do carro ser feita no Brasil, na mesma futura fábrica de Resende (RJ) de onde sairá o hatch March, que hoje vem do México e utiliza a mesma plataforma do Versa.

Itens e detalhes de Série do Versa

A Nissan equipou a versão de entrada do novo sedã com direção elétrica, duplo airbag e ajuste de altura no banco do motorista, outros itens. Com ar-condicionado, o Versa S sobe para R$ 37.990. Além dessas duas opções S há também a SV (R$ 39.990) e a SL (R$42.990). “Acreditamos que a intermediária SL responderá por cerca de 40% das vendas. A S e a SL terão 30% cada”, diz a gerente de marketing.

Além do preço, outros argumentos para fisgar consumidores são garantia de três anos, assistência 24 horas por dois anos e revisões com preço fechado (tabeladas entre R$ 149 e R$ 499). A Nissan quer vender entre 1.800 e 2 mil unidades do Versa por mês. Para que se tenha ideia do que isso significa, o Fiesta sedã nacional, sexto colocado entre os três-volumes pequenos, tem média mensal de quase 3 mil unidades neste 2011.

De qualquer forma, dois navios carregados com o Versa já estão no porto de Paranaguá (PR) com as unidades a ser distribuídas. Segundo a Nissan, as vendas do carro não excluem a permanência do Tiida sedã: “Ele continua no nosso line-up”, diz o diretor de marketing, Murilo Moreno, que admite, contudo, que o modelo deve ser redirecionado para frotistas.

O Nissan Versa é montado sobre a mesma plataforma V utilizada no March, mas com 1,5 centímetro a mais de distância entre eixos (2,6 metros ao todo, como no Toyota Corolla). Há uma grande oferta de espaço para os joelhos de quem se senta atrás. Mas se sobra às pernas, faltará aos quadris se for preciso levar três adultos. Três gordinhos, nem pensar.

O motor utilizado é um 1.6 flex com 16 válvulas e variador de fase. Responde bem de maneira geral e produz 111 cv de potência e 15,1 m.kgf de torque seja com etanol, seja com gasolina. Segundo a Nissan, o carro acelera de 0 a 100 km/h em até 10,7 segundos e atinge 189 km/h.

Quando abastecido com etanol, faz 8,9 km/l na cidade e 13 km/l na estrada. Seu câmbio manual de cinco marchas tem engates fáceis (não há opção automática). Outro ponto bem acertado são as suspensões, recalibradas para rodar no Brasil.

O acabamento geral é aceitável tanto no painel como em bancos e forrações de portas. Simples, mas sem descuidos. O espaço no porta-malas é muito bom. São 460 litros. E sob o tapete ainda há uns bons litrinhos a mais entre o macaco e o estepe.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: