Motor do Fiat 500, o 1.4 8V Fire EVO produzido em Betim irá abastecer modelo importado do México

O 500 fabricado na planta da Chrysler em Toluca, México, que a Fiat começa a vender no Brasil a partir de setembro próximo, terá uma de suas versões equipada com motor brasileiro. Será o 1.4 8V Fire EVO produzido pela Fiat Powertrain em Betim (MG), que seguirá para a fábrica mexicana e voltará embarcado no 500. Até aí, ok, mas se você comprou recentemente um dos modelos disponíveis não gostará muito da notícia.

O minicarro será vendido aqui com duas opções de motorização. Além do 1.4 Fire EVO brasileiro flex (o mesmo utilizado no Novo Uno), de 85 cv com gasolina ou 88 cv com etanol, a Fiat também vai oferecer uma outra versão 1.4 em torno de 100 cv, com tecnologia Multiair – sistema que gerencia a quantidade de ar admitida em cada cilindro de acordo com cada regime de funcionamento, com ganhos de cerca de 15% no torque e 10% na potência, além de redução de 10% no consumo e emissões de CO2.

O 1.4 Multiair é produzido em fábrica da Chrysler perto de Detroit, nos Estados Unidos, mas também tem partes brasileiras, como o bloco de ferro fundido.

As duas opções de motorização são as principais diferenças técnicas em relação ao Fiat 500 vendido desde 2009 no Brasil, importado da Polônia. Ainda restam algumas poucas unidades do modelo europeu à venda, que logo deverão ser retiradas do mercado para dar lugar ao 500 mexicano, que será bem mais barato, pois graças ao acordo de livre comércio que o Brasil mantém com o México, os veículos importados do país são isentos de imposto de importação. Especula-se que o preço pode girar em torno de R$ 45 mil, ou cerca de R$ 15 mil a menos que a versão de entrada do modelo hoje, de quase R$ 60 mil.Daí a necessidade de trazer do México o modelo. Mas a Fiat bem que poderia produzir o modelo por aqui, ficaria um pouco mais barato, quem sabe?

Outra Novidade do Fiat 500

A Fiat criou uma série limitada a 50 unidades do Cinquecento chamada 500 Pop-bi, destinada ao mercado japonês. O principal apelo do carrinho é a pintura bicolor preta e amarela. Há também uma versão com teto de lona retrátil nas mesmas cores, mas nesse caso apenas o tecido da capota é negro. A versão especial utiliza motor 1.2 de 69 cv e custa lá o equivalente a R$ 42 mil. Abaixo uma foto do interior cuja direção é na direita.


Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: