O que vai acontecer com o Etanol no Brasil e nos EUA em 2011

É… parece que o sonho do combustível alternativo, limpo e barato, perdeu um de seus tripes. Pelo menos no Brasil, mais precisamente na chamada entresafra que vai de dezembro a março de cada ano, notícias sobre o aumento do preço nos postos de abastecimento tomam espaço nas manchetes dos jornais e sites de notícia.

Tudo bem que isso ocorre a mais de 30 anos e sempre da mesma forma. No início da década de 70 quando começou o pró álcool, o governo optou pelo uso do Etano derivado de cana de açúcar.  Isso acontece pelo fato do combustível ser derivado de uma planta, e como em qualquer produção agrícola ocorre o aumento de preço no momento da entresafra. Na safra, que vai de abril a novembro, o preço poderia se normalizar.

Eu digo poderia, porque a demanda aumentou demais.

Preço do etanol em algumas bombas no país está chegando num patamar nunca visto antes

Abastecer o carro com etanol em 2011 será menos vantajoso do que nos últimos anos. A previsão não é minha e sim do presidente da Copersucar, Paulo Roberto de Souza, maior empresa brasileira do comércio de açúcar e etanol. Segundo o executivo, o consumidor não deve esperar grande recuo nos preços após o período de entresafra, que deve se estender até abril.

“Nesta safra deveremos ter menos volatilidade e um padrão de preço mais alto”, afirma. “Em São Paulo, onde o etanol custa em média 55% do preço da gasolina, o mais provável é que neste ano opere numa faixa de 65%”.


O presidente da Copersucar afirma, porém, que o preço do etanol já está no limite da competitividade com a gasolina e não deve subir muito mais nos postos. E, segundo ele, não há risco de desabastecimento. “Teremos em 2011 um volume de produção de etanol não menor do que o do ano passado”.
normaliza.

Portanto, retire a palavra economia do seu vocabulário quando falamos de álcool combustível, e esqueça as oscilações de preço provocados pela entresafra. O álcool está e ficará mais caro e ponto.
Porém nem tudo está perdido. O que torna o Etanol uma alteranativa não é somente sua capacidade de fazer o dinheiro render mais no seu bolso, mais sim os benefícios ao motor e ao meio ambiente.
A explicação para isso está na Química. A molécula do álcool é mais simples que a da Gasolina. Ao ser queimado, esse combustível não libera resíduos de carbono, o que impede que o motor fique carbonizado. A câmara de combustão permanece limpa, assim como as velas de ignição e válvulas do motor. A médio e longo prazo isso é uma grande vantagem, pois reduz a manutenção do motor.
Ao optar pelo Álcool não é apenas o motor que é beneficiado. O óleo mantém sua capacidade lubrificante por um período um pouco maior, pois ao contrário da gasolina, a degradação de sua película lubrificante torna-se menor.
Algumas pessoas dizem que a álcool limpa o motor, mas isso é incorreto. Ele não retira a impureza do motor, pois não é sabão em pó. O álcool apenas evita que impurezas sejam acumuladas.
Não podemos esquecer, é claro, das emissões de gás carbônico. A liberação de carbono na atmosfera é até 40% menor quando optamos pelo Álcool. Só pra ter uma idéia, ao abastecer seu carro flex com quatro tanques por mês, você deixa de emitir 440 Kg de CO2!!!
Mas, como diria Arnaldo Jabor, tem sempre um maisn ( com n mesmo por conta da pronúncia carioca ) e na minha opinião não é somente o aumento de demanda que tem feito o preço subir. Parte da cana foi usada também como açucar e aproveitando a lei de oferta e procura nossos “amigos” da comunidade produtora – os famosos usineiros, estão aproveitando é claro para tirar uma casquinha e dar uma subidinha extra, que este ano beirou os 100%, fazendo um comparativo com preços de 2 anos atrás por exemplo, como mostra a foto abaixo:

Preço do álcool em 2009... a gente era feliz e não sabia

O açúcar remunera hoje de 30% a 40% mais que o etanol”, afirma ainda o presidente da Copersucar. Ele destaca também que o Centro-Sul do Brasil já responde por 50% do comércio mundial de açúcar. A commodity foi o grande destaque das exportações do agronegócio brasileiro em 2010, com expansão de de 52% das receitas. Com 18% das exportações do setor, o açúcar só ficou atrás da soja, que deteve 22% da vendas.

E os EUA onde aparecem numa dessas?

Nas terras do tio Sam, o etanol é feito basicamente do milho e lá a discussão requer um pouco mais de cuidado, afinal um galão de gasolina, que dá cerca de 2,5 litros custa incríveis U$2,50, ou pouco mais de R$4,20, mais barato em reais do que o etanol brasileiro ou gasolina classe C – porcaria que usamos.

Lá a questão é ecológica e cambial, já que nossos parentes americanos importam boa parte do que consomem e de locais que eles mesmos vivem brigando como Líbia, Iraque e até do louco do Hugo Chávez da Venezuela.

Inclusive uma medida está sendo adotada por lá e que fará a gasolina conter 15% de etanol podendo estar disponível já no próximo verão nos Estados Unidos. A Agência de Proteção Ambiental (EPA) aprovou em janeiro a elevação do volume de álcool para 15% em carros mais novos e 10% para picapes, medida bem recebida pela indústria e fazendeiros que fornecem milho para produção do combustível.

Segundo a agência Automotive News, o governo finalizará em poucos meses a etiquetagem para as bombas nos postos de abastecimento, evitando que o consumidor utilize combustível inadequado em motores não aprovados.

A EPA registrará o E15 (gasolina com 15% de álcool) para que possa ser comercializado. A fórmula estará disponível no verão mas possivelmente alguns postos de gasolina continuarão vendendo E10 em fase de transição.

O E15 foi aprovado para veículos em 2011 e existem mais de 150 milhões de carros e picapes em circulação que podem utilizar o combustível no país, que representa 74% do consumo de gasolina nos Estados Unidos. A EPA estima que haverá 187 milhões de veículos adequados ao E15 em 2014, respondendo por 85% da demanda de gasolina.

Medida ecológica ou prevenção a explosão do preço do petróleo… tomara que sejam os dois.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros no:

Anúncios
  1. março 29, 2011 às 3:52 pm

    Concordo Motociclista e faço uma pergunta a todos: PARA ONDE VAI O DINHEIRO DA CID ( IMPOSTO DA GASOLINA)?? Fica aqui o espaço aberto para algum política ou tributarista responder…

  2. Percebe
    março 29, 2011 às 2:13 pm

    ESTOU INDIGUINADO COM O GOVERNO, sou propietario de carro a ETANOL,
    hoje estou paganto o ETANOL mais caro do que a GASOLINA e pior o SRA. DILMA está negociando com o USA para esportar o ETANOL, ora se não consegue abastecer o mercado brasileiro como vai exportar p/ USA, agora estou acreditando nos boatos que está circulando o Brasil exporta o melhor c/ preço baixo e o pior fica p/ o seu povo e CARO, veja o PARAGUAI tem gasolina a R$1,46 importado do BRASIL, que governo é esse injusto com o seu “POVO” não adiante DEUS nos dar o PRÈ-SAL pois governo e empresa que vai extair vai ficar tudo p/ eles, acredito na JUSTIÇA DIVINA e eles vão prestar conta p/ DEUS no JUIZO FINAL!!!!!!!!!!! “amigos infelismente vivemos num pais INJUSTO E MINTIROSO, cade o estoque regulador e o preço nunca vai passar do 70% da gasolina”

    como Deus falou maldito o homem que acredita no homem, por esse e outros motivo que eu me pego com Deus ficamos na PAZ dele…

    Att. Motociclista Percebe

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: