Audi A1 – este será o modelo que a montadora espera vender 2 mil unidades só em 2011

Os brasileiros vão poder conhecer nestes dias de Salão do Automóvel 2010, o que a Audi está lançando no Brasil. Serão  quatro veículos que foram recentemente apresentados no Salão de Frankfurt 2010 , na Alemanha. O mais barato é o compacto Premium A1, na foto acima, que será vendido a partir de R$ 90 mil e tem a pré-venda marcada para começar no dia 15 de novembro com entrega prevista para o final de fevereiro de 2011.

O mais caro é o superesportivo R8 Spyder, conversível que acelera de 0 a 100 km em 4,1 segundos, atinge velocidade máxima de 313 km/h e custa R$ 785 mil. O primeiro brasileiro a comprar um modelo  foi o rei Roberto Carlos

Outro destaque é o cupê esportivo RS5, com motor V8 4.2 litros, de 450 cv de potência. Apesar de esbanjar potência a montadora promete surpreender também na economia: o veículo percorre 9,2 km com um litro de combustível. O modelo conta ainda diferencial central da tração quattro, aliado ao câmbio S tronic de sete marchas. Ele será comercializado a partir de R$ 420 mil.

O Audi A8 chega ao Brasil com novo design, muito alumínio na estrutura para reduzir o peso e valor a partir de R$ 520 mil. Este inclusive adquirido recentemente por Luciano Huck.

Estratégia

Depois de não participar do Salão do Automóvel de 2008 e ter a força da imagem abalada, a Audi trabalha para se recolocar e brigar no segmento de carros premium, que este ano deve comercializar cerca de 18 mil unidades. O presidente da montadora, Paulo Sergio Kakinoff, que assumiu a marca em 2009 com o desafio de recuperar o prestígio no mercado, deve comemorar um resultado positivo já neste ano, com 3,1 mil a 3,2 mil unidades emplacadas. Com os novos produtos, a expectativa é dobrar este volume em 2011 e manter um crescimento de 20% ao ano a partir de 2012.

Entre janeiro e setembro, a marca observou crescimento de 62% em relação ao mesmo período de 2009, a maior alta no mundo. À frente da anotada na China, de 60,7%, e nos Estados Unidos, de 23,6%. Já a média mundial está em expansão de 17,6%. O resultado fez a marca avançar de 14% para 17% em participação no segmento.

O executivo aponta que os lançamentos, que chegam ao País pouco tempo após terem sido apresentados na Europa, o aumento da tecnologia embarcada nos modelos e a expansão da rede de concessionárias são alguns dos responsáveis pelo fôlego que a montadora tomou na região. Entre 2008 e 2009, a marca saltou de 18 para 22 revendas. Já este ano o número de lojas chegou a 29, um avanço de 32%.

Grande parte das apostas de desempenho da Audi estão no A1, este inclusive campeào de pesquisas no blog, diga-se de passagem e que tem projeção de vender 2 mil unidades por ano. “O modelo deve agregar de 30% a 40% em nossas vendas no Brasil, pois é um carro cujo estilo é consagrado no País, porém, com uma tecnologia sem igual”, aposta.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: