Arquivos

Archive for the ‘Salão do Automóvel de Paris 2010’ Category

Citroen DS4 é considerado o carro mais bonito do ano versão 2011

fevereiro 2, 2011 Deixe um comentário

O Citroën DS4, o segundo modelo da linha DS, foi eleito o “carro mais bonito do ano” por mais de 60.000 usuários da internet em 62 países. A votação foi organizada pela emissora de tevê a cabo européia Eurosport, pelo grupo de mídia francês TF1, e pela revista francesa Le Point. A escolha faz parte das premiações do Festival Internacional do Automóvel, um dos mais importantes eventos automobilísticos da França realizado anualmente desde 1986.

Apresentado ao público no Salão de Paris 2010, em outubro de 2010, o novo modelo mantém o estilo, arquitetura e sofisticação da linha. Como destaque, o DS4 traz as luzes de LED, que são iluminados dia e noite, e detalhes cromados ao redor dos vidros e no símbolo da Citroën da grade frontal. As rodas aro 19 e o spoiler traseiro dão uma dose extra de vitalidade para as saliências musculosas.

O interior também é mais requintado, com revestimento em couro nos assentos, nas portas e até da parte superior do painel. As linhas da carroceria seguem o capricho do interior e nas portas traseiras as maçanetas ficam escondidas no vidro, o que faz o DS4 parecer um duas portas e dá mais esportividade ao conjunto.

O painel, com luz azul predominante, tem qualidade tátil e detalhes cromados, além de vários comandos no volante.

O DS4 deve chegar às lojas do Reino Unido durante o segundo semestre de 2011.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Novo Cruze Hatch tem patente requerida na Europa e confirma tendência do modelo ser vendido no Brasil em breve

Imagem de um dos desenhos que teve a patente requerida no mercado europeu antes do final de 2010

Depois da notícia dada em Outubro pela GM, a de que iria realmente substituir o modelo Astra no mercado nacional pela versão do apresentado no último modelo Cruze Hatch no Salão do automóvel Paris em 2010, agora a montadora fez a patente dos primeiros  desenhos do modelo definitivo mostradas pelo site Carscoop.

Alguns devem se lembrar que lá pelos idos de 1994 e 1996  a montadora trouxe para o Brasil a primeira versão do Astra Hatch que era importado da bélgica e vinha disponível nas cores cinza, vermelho, branco, verde musgo  e vinho, motor que andava de mais, na versão 2.0 e para choques nas cores preta e em alguns modelos da cor do veículo, tendência forte na época ( até hoje e só parou de ser importado depois que as alíquotas subiram de 20 para 70% para veículos importados.

 

A versão final atual  de 2010 é muito parecida com a apresentada nas imagem abaixo do modelo exposto no salão de Paris.

 

cruze-hatch-salao-paris-2010

O modelo estaria dentro da estratégia da montadora para o País que, com a chegada da nova presidente Denise Johnson, pretende substituir toda a linha de modelos até 2012. As novidades incluem os veículos da família Viva, a mesma do Agile e agora da nova versão da picape Montana, e a família Ônix, uma nova geração de compactos que substituirá o Celta.

Pelo menos no mercado europeu, o Cruze hatch deverá ser equipado com a mesma gama de motores do sedã, o que inclui o 1.6 de 141 cavalos e o 1.8 de 123 cv, que também está bem cotado para ser oferecido no mercado brasileiro, onde o novo modelo chegará em 2011 para entrar no lugar do Astra, mas convivendo com Vectra GT.


A montadora acredita que eles não iriam se canibalizar, mas na minha humilde opinião ele teria todos os requisitos para desbancar seu irmão que que já deveria ter entrado no mercado para substituir o modelo Astra a pelo menos 2 anos. Notem as semelhanças entre a traseira do Vectra GT atual e do futuro Cruze Hatch…


As diferenças ficarão por conta de detalhes, como as rodas menores e ausência de leds nos faróis auxiliares do para-choque dianteiro.

Modelo 508 da Peugeot será lançado no mercado europeu em março de 2010

dezembro 15, 2010 1 comentário

O Peugeot  508, talvez um dos mais modelos mais bonitos e agradáveis da marca está chegando para ocupar o lugar do 407 mas também do 607, uma dupla tarefa que não será fácil mas que os argumentos apresentados pelo novo modelo podem facilitar. Aliado ao fato de que o modelo terá uma gama completa, estética moderna e os preços muito competitivos, pelo menos na Europa, já que o modelo começará a ser vendido por somente 28.700 euros.

Ele deu o ar da graça a alguns meses, mais precisamente no mês de Julho quando a montadora anunciou seu lançamento oficial para o Salão de Paris 2010

Na apresentação à imprensa nacional esta semana, vimos a enorme evolução do novo modelo familiar da marca francesa em termos design, tamanho, mas também em materiais e tecnologia. Esteticamente inspirado nos protótipos «5byPeugeot» e SR1, o 508 marca uma ruptura em termos de design com o passado. Exemplo disso é sua grade dianteira em forma de ”boca” exclusiva, que se torna “flutuante”, e faróis trabalhados na sua expressão visual, à imagem dos seus “leds” visíveis de dia e de noite.

Mais tradicionais e também mais consensuais são as linhas do 508 SW, que abandona o estilo arrojado da atual geração, para adotar linhas mais fluídas e elegantes.

O 508 é 10 centímetros mais comprido (4792mm) que o 407 e a sua distância entre eixos 9 centímetros mais longa, o que tem, naturalmente, reflexo no espaço para os ocupantes e bagageira, que varia entre os 545 litros (sedã de 4 portas) e os 660 litros (modelo station wagon). Um enorme aumento em relação ao 407 (mais 108 litros para sedã, mais 112 litros para o SW).

No interior, verifica-se um enorme salto qualitativo, com uma escolha cuidadosa de materiais, agora mais agradáveis ao toque, num modelo que adota soluções já conhecidas do seu “primo” C5 da Citroen como, entre outras, o volante multifunções, solução inédita na marca francesa.

A dotação tecnológica é outro dos argumentos do novo modelo.O  508 terá a seu favor faróis de xénon com luzes diurnas em LED, assistente automático, massageador lombar no banco do condutor ou «head-up display». Destaque ainda para o sistema de ignição que não precisa de chave, a regulagem do comprimento do assento dos bancos dianteiros, o ar condicionado automático quadrizona, e no modelo SW tampo do  bagageiro totalmente elétrico.

No que diz respeito a motorizações, o 508 da Peugeot estará dotado das mais recentes tecnologias, com o novo sistema e-HDi (Stop&Start de última geração) e, assim como a tecnologia HYbrid4, com um 2.0 HDi de 200 cv e quatro rodas motrizes… e apenas 99 g/km de CO2 (ou  zero gramas em modo exclusivamente elétrico).

A gama, para além do referido Hybrid4, incluirá ainda as motorizações 1.6 VTi de 120cv e THP de 156cv, ambos a gasolina, a estreia do novíssimo 2.2 HDi de 204cv com 450 Nm de binário máximo, assim como o revisto 1.6 HDi, agora com 112cv de potência.

Esta motorização estará disponível numa versão ecológica e-HDi, que acoplado a um câmbio de seis marchas, permite-lhe reduzir as emissões para 115 g/km numa primeira fase para, pouco depois, descer para os 109 g/km.

O Peugeot 508 chega ao mercado Europeu em Março, mas a Peugeot já anunciou alguns preços para o modelo. A gama está estruturada em quatro níveis de equipamento – Access, Active, Allure e o GT apenas disponível com o 2.2 HDi de 204cv -, com os preços a arrancarem nos 27.500 euros do 508 Access 1.6 VTI (SW custa 28.800 euros), passando pelos 28.700 euros do 1.6 HDI (30 mil para a SW) terminando nos 46.300 euros pelo GT 2.2 HDi de 204cv (48.400 euros para a SW).

Interessado em comprar um lá fora? Veja abaixo os preços divulgados pela montadora, válidos primeiro para o mercado Português:

Preços 508 sedã:

508 Access 1.6 VTi 120 CMP6 – 27.500 euros
508 Access 1.6 HDi 112 CVM5 – 28.700 euros
508 Access 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 29.200 euros
508 Active 1.6 THP 156 CVM6 – 30.000 euros
508 Active 1.6 HDi 112 CVM5 – 29.700 euros
508 Active 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 30.200 euros
508 Active 2.0 HDi 140 CVM6 – 33.200 euros
508 Allure 1.6 THP 156 CVM6 – 31.500 euros
508 Allure 1.6 THP 156 AM6 – 33.300 euros
508 Allure 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 31.700 euros
508 Allure 2.0 HDi 140 CVM6 – 34.700 euros
508 Allure 2.0 HDi 163 AM6 – 39.700 euros
508 GT 2.2 HDi 204 AM6 – 46.300 euros

508 SW:

508 SW Access 1.6 VTi 120 CMP6 – 28.800 euros
508 SW Access 1.6 HDi 112 CVM5 – 30.000 euros
508 SW Access 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 30.500 euros
508 SW Active 1.6 THP 156 CVM6 – 31.600 euros
508 SW Active 1.6 HDi 112 CVM5 – 31.300 euros
508 SW Active 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 31.800 euros
508 SW Active 2.0 HDi 140 CVM6 – 34.800 euros
508 SW Allure 1.6 THP 156 CVM6 – 33.100 euros
508 SW Allure 1.6 THP 156 AM6 – 34.900 euros
508 SW Allure 1.6 e-HDi 112 CMP6 – 33.300 euros
508 SW Allure 2.0 HDi 140 CVM6 – 36.300 euros
508 SW Allure 2.0 HDi 163 AM6 – 41.300 euros
508 SW GT 2.2 HDi 204 AM6 – 48.400 euros

Siga o Blog Contagiros no:

Carro conceito Jaguar C-X75 poderá se tornar a base para o novo super esportivo da marca

dezembro 13, 2010 1 comentário

Não é de hoje que os executivos da Jaguar estão apoiando a idéia de produzir um modelo especial. Com a onde de modelos super esportivos não seria diferente pensar que a Jaguar estaria fora deste mercado. E mais do que isso, também cogitam a idéia de produzir o conceito C-X75 (foto acima), um dos seus super modelos mais recentes, que foi apresentado no último Salão de Paris 2010.

Segundo o chefe de design da Jaguar, Ian Callum, a montadora precisa de um supercarro para ter a linha de veículos ideal para seus clientes. Comentando a respeito da possível produção do C-X75, Callum diz que ainda não é possível confirmar quais modelos serão produzidos e comercializados, mas que a idéia é muito boa.

Callum diz que o sonho da Jaguar de ter um supercarro como esse à venda é algo novo para eles, e também pensam em outro modelo, o XJ13, que possui um dos maiores designs de toda a história da montadora. A aceitação do conceito C-X75 foi fantástica, e essa consideração será lembrada pela montadora na hora de uma tomada de decisão.

Veja um vídeo apresentado em Outubro no momento da apresentação do conceito para a imprensa:


Siga o Blog Contagiros no:

Lamborghini apresenta a edição limitada da Sesto Elemento, modelo de U$ 3,4 milhões

novembro 13, 2010 2 comentários

A Lamborghini deve começar a produzir uma edição limitada do Sesto Elemento, modelo feito com fibra de carbono, o mais leve da marca italiana, que vai substituir o Murciélago.

Segundo informações do site francês AutoMoto, serão fabricados de 7 a 10 unidades do modelo, que pesa 999 kg e foi apresentado como conceito no Salão de Paris 2010.

Com motor 5.2 V10, usado no Gallardo Superleggera, o Sesto Elemento tem 562 cv de potência e é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos.

Por causa da força – segundo a fabricante a velocidade máxima passará dos 300 km/h – o Sesto é equipado com tração integral e diferencial autoblocante nas rodas traseiras.

O Lamborghini Sesto Elemento, cujo nome é derivado da tabela periódica de elementos, terá preço de US$ 3,44 milhões.

Será que algum deles virá para o Brasil?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

 

 

Audi revive o modelo Sport Quattro de 1984 no Salão de Paris 2010

A Audi reservou o Salão Automóvel de Paris 2010 para comemorar os trinta anos do sistema Quattro com a apresentação do Sport Quattro Concept, «concept car» que presta homenagem ao Sport Quattro original, de 1984, campeão do mundo de ralis que marcou a história da marca alemã sediada em Ingostalt.

A Audi está fazendo uma homenagem ao modelo Sport Quattro Concept  de 1984 e montou sobre a base atual do Audi RS5, um novo modelo medindo  4,28 metros de comprimento, 1,86 metros de largura e 1,33 metros de altura e, tal como no histórico Sport Quattro, a distância entre-eixos é mais curta que no modelo original. Toda a estrutura é estrutura construída em alumínio e fibra de carbono permitindo o bólido ter apenas 1300 kg.

No conjunto mecânico, ele conta com um motor 2.5 sobrealimentado a gasolina capaz de desenvolver 408 cavalos entre as 5400 e as 6500 rpm e 480 Nm de binário máximo entre as 1600 e as 5300 rpm. A marca alemã anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,9 segundos.

No interior, espaço apenas para dois ocupantes e respectivos capacetes, além dos indispensáveis extintores e barras de protecção, à semelhança de qualquer carro de ralis e do modelo vermelho famoso nos idos de 80.

O Sport Quattro não passa, por enquanto, de um mero estudo comemorativo, mas é muito provável que seja inspiração para a criação de uma versão hard do RS5.

Conheça o modelo do Sport Quattro lançado em 1984 nas fotos abaixo:

 

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

 

Cruze hatch é apresentado no Salão de Paris 2010 como sucessor do Astra


Lançado em 2009, o sedã Cruze, da General Motors, ganhou uma versão hatch, ainda um protótipo, apresentada no Salão do Automóvel de Paris 2010. A expectativa é de que o modelo ao Brasil em 2012, substituindo o Astra. Trata-se de um carro com bom acabamento e porta-malas espaçoso, cuja capacidade é de 400 litros. A informação é do site G1.

O modelo estaria dentro da estratégia da montadora para o País que, com a chegada da nova presidente Denise Johnson, pretende substituir toda a linha de modelos até 2012. As novidades incluem os veículos da família Viva, a mesma do Agile e agora da nova versão da picape Montana, e a família Ônix, uma nova geração de compactos que substituirá o Celta.

O modelo terá as mesmas opções de motor de seu irmão sedã, com potência entre 113 cv e 141 cv. No futuro deve aparecer uma versão esportiva do Cruze hatch, para competir com o Focus ST.

Versão final é um pouco diferente da apresentada a alguns meses pela GM, mostrada logo abaixo

Veja outras matérias interessantes do Blog Contagiros em:

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: